Mais comentada

85% dos internautas brasileiros fazem download de músicas

Pesquisa foi divulgada no primeiro dia do Digital Age 2.0, congresso de comunicação digital e marketing, em São Paulo

Redação,

Foi divulgada nesta quarta-feira uma pesquisa sobre consumo de vídeos online, no encerramento do primeiro dia do Digital Age 2.0, congresso de comunicação digital e marketing, no Sheraton, em São Paulo. A pesquisa foi realizada pela Havas Digital Brasil em conjunto com a Globosat e Qualibest com 1.286 pessoas e mobilizou a atenção dos mais de 750 participantes do evento.

 

Segundo a pesquisa, 96% dos entrevistados que consomem vídeos online assistem vídeos de curta duração, sem restrição de dia, seja no YouTube ou em sites de notícias e entretenimento, e com pico de audiência entre as 22h e 1h. Baixar músicas aparece em segundo lugar na lista de atividades preferidas pelos internautas, com 85%.

 

A faixa etária dos usuários que mais acessam internet no Brasil é de 18 a 24 anos, representando 32% do total. Os jovens assistem videoclipes e conteúdo de entretenimento durante todo o dia. Já o público mais velho acessa sites de notícias e navega na web após as 20h.

 

Para 56% dos entrevistados, a principal motivação para um internauta assistir um vídeo online é a disponibilidade na web a qualquer momento. Outro dado importante é que 44% das pessoas que viram um vídeo online, assistiram outros relacionados logo em seguida, 37% leram comentários e 34% recomendaram aos amigos.

 

A pesquisa também mostrou que os telespectadores digitais não rejeitam propagandas em vídeos online, desde que esses vídeos possuam publicidade relacionada ao conteúdo veiculado: 50% respondeu que não presta atenção ao anúncio exibido antes ou depois do vídeo, 44% disse que não se importa de ver publicidade desde que o conteúdo permaneça gratuito. Outro dado apresentado no Digital Age 2.0 é que 47% dos internautas lembram a marca associada ao vídeo assistido.

 

Apesar de ainda não tão acessados quanto os curtos, vídeos de média duração já começam a apresentar interesse dos usuários. "Isso é uma tendência. Até mesmo o YouTube aumentou recentemente a duração máxima dos vídeos enviados de 10 para 15 minutos", disse André Zimmermann, diretor geral da Havas Digital Brasil. 



Tags: digital age internautas pesquisa

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração