Mais comentada

Redes sociais se consolidam como fonte na busca por emprego, revela pesquisa

Nos Estados Unidos, 41% dos recém-formados utilizam as redes como principal fonte na busca por emprego

Infomoney,

As redes sociais não mudaram apenas a forma como as pessoas se relacionam, mudaram, também, o modo como procuram emprego e desenvolvem suas carreiras. Nos Estados Unidos, mercado que guarda bastante semelhança com o Brasil, boa parte dos recém-formados está utilizando as redes sociais como principal fonte de informação na busca por um trabalho.

Por lá, 41% dos graduados em 2012 usam esse tipo de ferramenta com objetivo de conquistar um emprego. Aproximadamente um quarto dos jovens já reconhece as redes sociais como uma ferramenta para a busca de emprego. Um ano antes, o percentual dos estudantes que achavam o mesmo era de 17%.

Salários, empresa, valores

Em 2010, o percentual era ainda menor, de 15%. Os dados fazem parte de um levantamento, divulgado ainda neste mês, realizado pela Nace (National Association of Colleges and Employers - Associação Nacional de Faculdades e Empregadores).

As redes sociais também ajudam a acabar com qualquer mistério. De acordo com a diretora executiva da Nace, Marilyn Mackes, os alunos estão usando as redes para se informar a respeito de salário e informações sobre a empresa, como valores e programas de desenvolvimento oferecidos.

O estudo revela, sobretudo, que se há poucos anos os jovens não tinham muita certeza de como as redes sociais poderiam auxiliá-los na busca por emprego, hoje já consideram as redes como uma ferramenta muito útil para recolher informações sobre possíveis empregadores.

A pesquisa de 2012 foi realizada de janeiro até abril deste ano, entrevistando cerca de 48 mil estudantes universitários de diversas partes dos Estados Unidos. Entre eles, foram ouvidos mais de 15 mil estudantes veteranos.





Tags: emprego pesquisa redes sociais