Usuários estão ficando desinteressados nas redes sociais, sugere pesquisa

O estudo foi realizado com 6,3 mil pessoas com idades entre 13 e 74 anos

Redação Administradores, www.administradores.com.br,
Uma pesquisa realizada pela consultoria Gartner, especializada no mercado de tecnologia, identificou sinais de fadiga entre os usuários de redes sociais, como o Facebook, Orkut e Twitter, em 11 países, incluindo o Brasil.

O estudo, realizado com 6,3 mil pessoas com idades entre 13 e 74 anos, revelou que 37% dos usuários pesquisados afirmaram que passaram a utilizar com maior frequência as redes sociais, a maioria jovens. Porém 24% afirmaram que diminuíram o ritmo de acessos a tais serviços.

Para o diretor de pesquisas da Gartner, Brian Blau, "a pesquisa mostra uma certa fadiga das redes sociais entre os usuários mais antigos". Para ele, os provedores dos serviços nas redes sociais devem atentar para esse comportamento dos usuários e inovar cada vez mais para atraí-los, sobretudo os mais experientes. 31% entre os jovens que se encaixam na categoria 'aspirantes', usuários mais avançados, afirmaram estar cansados das redes.

Um dos motivos que mais conduziram os usuários ao abandono das redes sociais é a falta de privacidade, seguida pela superficialidade do conteúdo postado pelos demais usuários.

No Brasil, "o uso foi médio, centrado principalmente no Orkut e no Facebook, com uma das taxas mais altas de uso de Internet Messenger e sites de chat entre os usuários com até 40 anos", indicou a pesquisa. 

Com informações da BBC Brasil


Tags: pesquisa redes sociais usuários

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração