Resenhas / Outras

Livro: A Arte da Guerra de Sun Tzu

Este trabalho tem a finalidade de demonstrar que o livro “A Arte da Guerra de Sun Tzu” escrito pelo general chinês Sun Tzu por volta do ano 500 a.C. traz uma série de ensinamentos, de táticas, que podem ser usadas no dia a dia.

Giselle Camargo,

A arte da guerra é governada por 5 fatores que devem ser familiares a cada general porque:


"quem os conhecer, será vencedor quem não os conhecer, fracassará"


1)  A lei moral, faz com que o povo concorde com o seu governante, levando a segui-lo sem se importar com a vida e com os perigos.

2)  O céu, significa noite e dia, o frio e o calor, o tempo e as estações.

3)  A terra compreende as distâncias, grandes e pequenas, perigo e segurança, campo aberto e desfiladeiros, as oportunidades de vida e morte.

4) O chefe representa as virtudes da sabedoria, sinceridade, benevolência, coragem e retidão.

5) O método e a disciplina são á disposição do exército em subdivisões adequadas, as graduações de posto entre os oficiais, a manutenção de estradas por onde os suprimentos devem chegar às tropas e o controle dos gastos militares.


Toda operação militar têm um artifício para iludir:


1) Quando capazes de atacar, devemos parecer incapazes;

2) Ao utilizar nossas forças, devemos parecer inativos;

3) Quando estiver perto, devemos fazer o inimigo acreditar que estamos longe;

4) Quando longe, deve fazer acreditar que esta perto;

5) Preparar iscas para atrair o inimigo;

6) Fingir desorganização e esmagá-lo;

7) Se ele está protegido em todos os pontos, esteja preparado para isso;

8) Se ele tem forças superiores, evite-o;

9) Se o seu adversário é de temperamento violento, procure irritá-lo;

10) Finja estar fraco e ele se tornará arrogante;

11) Se ele estiver tranqüilo, não lhe dê sossego;

12) Se as forças dele estiverem unidas, separe-as;

13) Ataque-o onde ele se mostrar despreparado;

14) Apareça quando não estiver esperando.


O general que vence uma batalha fez muitos cálculos, portanto fazer muitos cálculos conduz a vitória.


"Quando fizer uma lei, não permita que seja desobedecida, se for seu infrator deve ser condenado á morte".


a)  A inteligência nunca foi associada a decisões demoradas, portanto uma guerra deve ser rápida e fazer com que termine o mais rápido possível.
b) Uma vez declarada à guerra, o general não deve perder tempo. Deve atacar seu inimigo o mais rápido possível.


"As armas são sempre motivos de maus pressentimentos, as utilizar somente quando outra alternativa não houver".


Evite sempre um confronto, fazê-lo somente quando necessário.


"o verdadeiro objetivo da guerra é a paz".

c) O essencial de uma guerra é a vitória, portanto cuide de seus soldados, trate-os como filhos e lês morrerão por você e cuide bem de seus prisioneiros, pois com isso você se torna mais forte.


"Se conservar uma compaixão excessiva por seus soldados é um erro grave. Um general deve punir seus soldados com severidade quando necessário, ministrar castigo e trabalho com discernimento, ou poderá ser facilmente desrespeitado".


d) Deve saquear o inimigo e tudo que for pego deve ser dividido com recompensa entre os soldados.


"Quando cercar o inimigo, deixe uma saída para ele, caso contrário, ele lutará até a morte".


"Lutar e vencer em todas as batalhas não é uma glória suprema, a glória suprema consiste em quebrar a resistência do inimigo sem lutar".


Objetivo não é matar o inimigo e sim quebrar a resistência dele.


1)A melhor coisa é tomar o país inimigo totalmente ileso;
2)É melhor capturar um exército inteiro sem destruí-lo;
3)Capturar um regimento sem destruir.


Portanto a mais perfeita forma de comando é impedir os planos do inimigo, e depois:


1)Evitar a união das suas forças;
2)Atacar o exército inimigo no próprio campo.


Regras de Guerra:

1) Se suas forças estão na proporção de 10 para 1 em relação ao inimigo, faça-o render-se;

2) Se forem de 5 para 1 ataque-o;

3) Se 2 vezes mais numerosas, divida seu exercito em 2. Um para atacar o inimigo pela frente e outro pela retaguarda. Se o inimigo responder pela frente pode ser esmagado pela retaguarda e vice-versa;

4) Se estiver em igualdade, poderá enfrentá-lo;

5) Se estiver pouco inferior em números, poderá evitá-lo;

6) Se estiver inferior em todos os aspectos, poderá fugir dele.


"Um hábil empregador de homens usará o prudente, o bravo, o cobiçoso e o
burro".


1) prudente, terá prazer em aplicar seu mérito;

2) bravo, sua coragem em ação;

3) cobiçoso, é rápido em tirar vantagens;

4) burro, não teme a morte.


Itens fundamentais para a vitória:


1) Será vencedor quem souber quando lutar e quando não lutar;

2) Será vencedor quem souber como manobrar tanto as forças superiores com as inferiores;

3) Será vencedor aquele cujo exército estiver animado do mesmo espírito em todos os postos;

4) Será vencedor quem auto preparado espera para surpreender o inimigo despreparado;

5) Será vencedor quem tiver capacidade militar e não sofrer a interferência do soberano.


Se conhecemos o inimigo e nós mesmos = não precisamos temer o resultado;

Se conhecemos nós mesmos e não o inimigo = para cada vitória sofreremos uma derrota;Se não nos conhecemos e nem ao inimigo = será derrotado em todas as batalhas.


Garantia contra a derrota implica táticas defensivas:


1) A capacidade de derrotar o inimigo significa tomar á ofensiva;

2) Manter-se na defensiva indica força insuficiente.

3) Atacar indica grande abundância de força.

General Hábil:
1) Na defesa: esconde-se nos recessos mais secretos da terra;

2) Em atacar: faz como um relâmpago, das maiores alturas do céu.


O general é quem sustenta o Estado:

Se for forte, o Estado será forte;
Se for fraco, o Estado será defeituoso.


O verdadeiro mérito é:

1) Planeja secretamente;

2) Deslocar-se sub repentinamente;

3) Frustrar as intenções do inimigo;

4) Impedir seus planos;

5) E ganhar sem derramar uma gota de sangue.


O chefe habilidoso:

1) Conquista as tropas inimigas sem luta;

2) Toma suas cidades sem submetê-las a cerco.

3) Derrota o reinado sem operações de campo muito extensas.


Desta forma disputa o domínio do império sem perder os soldados, fazendo com que sua vitória seja completa, esse é o método de atacar com estratagemas, ou seja, esse é o método ardil empregado para burlar o inimigo.

Giselle Camargo - Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Faça o download agora