Artigo / Estratégia em Organizações

Modismo, Vantagens e Desvantagens: manifestações do conceito-chave localização no processo de internacionalização de empresas nordestinas

Walter Fernando,
O presente artigo tem como objetivo investigar a influência das características da localização ao longo do processo de internacionalização de empresas nordestinas. A partir dos seis modelos dominantes de internacionalização disponíveis na literatura, a saber: Ciclo de Vida do Produto, Escola Nórdica, Paradigma Eclético, Escolha Adaptativa e Modelo Diamante, esse conceito-chave é comparado, de forma transversal, para fundamentar a análise empírica dos casos Netuno Alimentos S.A. e Queiroz Galvão Alimentos S.A. A pesquisa caracteriza-se por sua abordagem longitudinal e por seus procedimentos metodológicos embasados na abordagem da teoria adaptativa de Layder (1993; 1998). A análise dos dados foi realizada em duas etapas: descritiva e pelo método de comparação constante, ambas com o auxílio do software ATLAS/ti. À luz das propriedades do conceito, emergiram quatro manifestações significativas e de predominância distinta ao longo do tempo: vantagens transacionais, modismo, desvantagens locacionais e vantagens comparativas. O artigo evidencia que as vantagens comparativas foram determinantes para o início da internacionalização e impulsionaram o modismo na região e as vantagens transacionais encontram-se presentes em fases mais recentes, adquiridas, principalmente, por meio da abertura de subsidiárias no exterior. Por sua vez, as desvantagens locacionais também se fizeram presentes no início da internacionalização e em decorrência de fenômenos do acaso não previstos.

Faça o download agora

Tags: estrategia internacionalizacao

Vagas de trabalho