Artigo / Ensino e Pesquisa em Administração

Os vínculos entre os estilos de aprendizagem dos alunos e as estratégias de ensino difundidas no curso de Administração da UFPB

Algumas perspectivas teóricas da aprendizagem com potencial de ir além de procedimentos clássicos de ensino vêm ganhando cada vez mais atenção na educação, especialmente na educação de administradores, pois focalizam a reflexão sobre as experiências como determinante no processo de aprendizagem, além de considerar as preferências individuais dos envolvidos nesse processo

Esta pesquisa teve como objetivo identificar os vínculos entre os estilos de aprendizagem dos alunos do curso de administração e as estratégias de ensino utilizadas pelos professores das disciplinas de formação profissional que atuam no Curso de Administração da UFPB. A identificação dos estilos de aprendizagem foi possível através da aplicação de um questionário proposto por Kolb (1984) aos alunos dos últimos períodos do curso, dos turnos manhã e noite. Quanto às estratégias de ensino, também se fez necessária a aplicação de um questionário, elaborado com base em traze estratégias, onde os respondentes avaliaram os níveis de utilização e contribuição das mesmas na própria aprendizagem. A partir da identificação desses dois fatores, foi realizada uma análise com métodos estatísticos utilizando-se o software Statistical Package for the Social Science – SPSS, a fim de se discutir os principais resultados. A pesquisa indicou que as principais estratégias de ensino difundidas
no curso são o Estudo de Texto, Seminário, Aula Expositiva e Estudo de Caso, tendo o restante das estratégias níveis baixos ou razoáveis de utilização. Já em relação aos estilos de aprendizagem, identificou-se os estilos Assimilador e Convergente como os mais predominantes, na amostra. Verificou-se, também, por meio de análise multivariada, que a percepção dos participantes da pesquisa acerca do nível de contribuição das estratégias difundidas no curso para a aprendizagem individual e os estilos de aprendizagem predominantes não apresentam uma relação significativa, o que revela a não dependência significativa entre essas duas variáveis, nesta pesquisa.

Faça o download agora

Tags: administracao adultos aprendizagem estilos de aprendizagem estratégias de ensino experiências