Mais comentada

3 passos simples para você gerar empatia nos seus relacionamentos

Quando você tem empatia, você pode entender o que uma pessoa está sentindo em um determinado momento.

O significado de empatia é a arte de ver o mundo pela perspectiva de outra pessoa.

Quando você tem empatia, você pode entender o que uma pessoa está sentindo em um determinado momento.

 E também entender por que as ações de outras pessoas fizeram sentido para elas.

 A empatia é uma arma poderosa para comunicar nossas ideias de uma forma que faça sentido para os outros.

 E para entender os outros quando eles se comunicam conosco.

 Isso faz sentido para você?

OK… talvez você esteja se perguntando como criar empatia, certo?

Como você adquire empatia?

Como você entende o que outra pessoa está sentindo quando você não está passando pelas mesmas coisas?

Bem, a boa notícia é que provavelmente você já cria empatia de forma natural.

Isso porque, até certo ponto, todos nós somos projetados para empatizar naturalmente com os outros.

Nosso cérebro é acostumado a experimentar as emoções que outra pessoa está sentindo.

É por isso que nos encolhemos de dor quando presenciamos um acidente, ou não conseguimos segurar o riso quando alguém está rindo também.

Há um excelente livro chamado Inteligência Social, de Daniel Goleman, que explica toda a pesquisa por trás da nossa empatia natural.

Mas infelizmente, nem todas as pessoas possuem uma excelente empatia natural.

Apesar de alguns experimentarem uma empatia natural fantástica, e conseguirem identificar como alguém está se sentindo apenas olhando para ele.

Outras possuem uma empatia natural mais comedida, e não conseguem notar que alguém está com dor até que a pessoa comece chorar.

A maior parte, no entanto, está no meio-termo; E consegue entender como o outro está sentindo apenas de vez em quando.

Mas não se preocupe, existem formas de desenvolver a nossa empatia quando não estamos naturalmente propensos a sentí-la.

E é sobre isso que falaremos neste artigo.

A empatia contém três lições:

Compreendendo a si mesmo

Se você quer entender as emoções dos outros, você precisa entender a si mesmo primeiro.

Para isso, temos um ebook exclusivamente sobre autoconhecimento. Clique aqui para receber o ebook.

O autoconhecimento serve para ajudar você a entender e aceitar suas emoções.

Pois compreender e aceitar seus próprios sentimentos é essencial para uma vida saudável.

E é fundamental para quem deseja ter empatia com os outros.

Compreendendo os outros

empatia - compreendendo os outrosAtravés da prática e do compromisso com a reflexão, qualquer pessoa pode aprender a entender como e o que os outros estão pensando e sentindo.

Talvez você se pergunte de vez em quando: “Por que eles fizeram isso?” “Como eles puderam fazer isso comigo?”

E essas situações podem ter lhe conduzido para a ideia de que você simplesmente não entende as pessoas.

Você não é capaz de identificar como elas pensam, como agem ou seus motivos ou intenções.

Mas saiba que entender as pessoas pode ajudar a reduzir conflitos e melhorar seus relacionamentos.

Então, aprenda e reconhecer diferentes tipos de personalidade.

Você será capaz de entender melhor as pessoas se você avaliar que tipo de personalidade elas parecem ter.

E não se esqueça de conhecer as necessidades alheias.

Pois depois de identificar a personalidade, você já saberá o que dizer/fazer, quando dizer/fazer e como dizer/fazer.

E com isso, você poderá entender melhor como envolver a pessoa e atendê-la de uma forma que esteja conectada com as necessidades emocionais e os objetivos dela.

Tenha sempre em mente que compreender os outros exige que você projete em si mesmo tudo o que o outro possa estar vivendo.


Empatia não-verbal

empatia - comunicacao nao verbalOK, você já entendeu que quando você entende o que outra pessoa está pensando ou sentindo se torna bem mais fácil interagir com ela.

Mas e aquela história de que a maior parte da comunicação é não-verbal?

Bem, é verdade que grande parte da nossa comunicação acontece de forma não-verbal, ou seja, através de olhares, gestos, atitudes etc.

Muitas vezes, sequer temos consciência de que o nosso corpo está expressando algo que estamos sentindo.

E é por isso que a empatia não-verbal merece uma atenção especial.

Quando você aprende a identificar a linguagem corporal, ganha um aliado no estabelecimento da empatia.

Isso porque o outro demonstra muitos dos seus sentimentos de forma não-verbal e, tendo conhecimento desses sentimentos, você poderá projetar a empatia de forma mais natural e efetiva.

RAPPORT: um exemplo do uso da empatia

O Rapport é um estado de entendimento harmonioso com outro indivíduo ou grupo que permite uma comunicação mais assertiva.

Em outras palavras, o Rapport é se conectar com outra pessoa (ou grupo de pessoas) por ter identificado coisas em comum.

E isso torna o processo de comunicação mais fácil e geralmente mais eficaz.

E a empatia é um dos pilares do Rapport.

Pois a busca por similaridades passa por demonstrar que você pode ver o ponto de vista da outra pessoa.

E já que o Rapport tem tudo a ver com encontrar semelhanças com outras pessoas, a empatia ajuda muito a conseguir isso.

Um abraço.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração