Trabalho voluntário no currículo: como ele pode ajudar a conseguir um emprego?

Sabia que, mesmo não tendo experiência para colocar em seu Currículo, o trabalho voluntário pode ser um diferencial muito bem visto pelo entrevistador? Entenda melhor aqui em nosso Artigo.

O trabalho voluntário no currículo representa um diferencial perante os outros candidatos de um processo seletivo, e isso é válido tanto para vagas de emprego efetivo quanto de estágio.

Essa atividade, que pode ser realizada na sua região ou em conjunto com uma viagem de intercâmbio, por exemplo, agrega uma experiência positiva e é bem-vista pelos recrutadores. Já pensou em atuar como voluntário? Quer ficar por dentro do tema? Continue a leitura e saiba mais!

O que é o trabalho voluntário?

O trabalho voluntário é definido como uma atividade sem remuneração de interesse pessoal com aspecto social ou comunitário. A atuação pode ser direcionada a causas ambientais, cuidados com doentes e idosos, cuidados com animais, ter objetivos educacionais, recreativos, culturais etc.

Muitas pessoas ocupam uma parte de seu tempo livre com trabalhos em organizações sem fins lucrativos no Brasil, mas há ainda muitos jovens que viajam para outros países com o objetivo de aprofundar o conhecimento em um segundo idioma e atuar em causas humanitárias.

Por que um trabalho voluntário no currículo contribui para a conquista de uma vaga?

Você já sabe que conquistar uma vaga de emprego não é simples, certo? Os processos seletivos são bastante concorridos, e ter um diferencial no perfil contará pontos a seu favor.

Diante disso, o voluntariado se torna uma alternativa interessante para quem deseja aprimorar o currículo e desenvolver habilidades de comunicação, trabalho em equipe, gestão de tempo e organização, entre outros atributos importantes para a atividade profissional.

Todas essas características são valorizadas pelos recrutadores, e, em alguns casos, a atividade voluntária se torna um fator de desempate entre candidatos com perfis similares. Além disso, ela demonstra que você tem proatividade e empatia.

Os jovens que desejam ingressar no mercado de trabalho podem aproveitar a prática não remunerada em instituições sociais para adquirir experiência profissional e fazer networking.

Como inserir essa informação no currículo?

O voluntariado pode ser realizado em diversas áreas e não precisa estar relacionado ao seu campo de formação ou à vaga pretendida para constar em seu currículo e em seu perfil no LinkedIn.

Se você não tem experiência profissional, pode inserir o trabalho voluntário no documento logo após o tópico de formação acadêmica, com a atuação em projetos universitários e empresa júnior, por exemplo. Quem já teve um emprego anterior deve colocar a informação como dado complementar.

Uma dica relevante é que, ao adicionar o trabalho voluntário no currículo, é preciso identificar a instituição, as atividades realizadas e o período de participação.

Durante a etapa da entrevista, provavelmente, o recrutador perguntará sobre essa experiência para analisar como ela contribuiu para seu crescimento profissional, sendo assim, é fundamental não mentir ou acrescentar funções que não foram exercidas, pois isso será prejudicial durante a sua avaliação.

Além de ser um diferencial para o processo seletivo, o trabalho voluntário no currículo demonstra o interesse por outras atividades e a preocupação com a comunidade e é uma oportunidade para que você desenvolva habilidades importantes para sua vida pessoal e profissional.

fonte: blog.estagiarios.com

 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: estagiarios estagio