Tudo o que você precisa saber sobre desenvolver a próxima geração de colaboradores

Já parou para pensar que temos muito a aprender com os millennials e eles podem contribuir positivamente para desenvolver a próxima geração de colaboradores?

(*) Por Pierre-Jean Quetant
Já ouviu falar em train-the-trainer (“treine o treinador” em tradução literal)? Esse modelo de treinamento é a chave para desenvolver a próxima geração de colaboradores da sua empresa com eficiência. Ele forma bases sólidas para desenvolver mentores internamente no treinamento de equipes, com ênfase na importância de ensinar o melhor conteúdo sobre o assunto abordado e, principalmente, como ensinar do melhor jeito.

Usar esse sistema para desenvolver a próxima geração de colaboradores internamente tem diversas vantagens e te mostraremos quais são. Temos a certeza de que você considera uma boa ideia que os participantes aprendam mais rápido e reforcem o senso de grupo no treinamento de equipes... você entende a importância disso, não é verdade? Então, vamos lá!

Por que esse tal de train-the-trainer é tão bom assim?
Porque os participantes têm, por meio dele, um aprendizado múltiplo e simultâneo. Ao mesmo tempo em que assimilam informações e reforçam os conhecimentos, eles aprendem a ensinar outras pessoas. Esse formato de aprendizagem proporciona mais agilidade para desenvolver a próxima geração de colaboradores durante o treinamento de equipes.

Com participantes engajados como treinadores no grupo, o treinamento de equipes acontece de forma mais natural. É possível desenvolver a próxima geração de colaboradores de uma empresa em menos tempo e com mais efetividade.

É o que a gente sempre diz sobre o protagonismo. Conduzir todos para que se sintam, de fato, parte da instituição e capazes de projetar as próprias trilhas de aprendizagem conforme for preciso. Os participantes contribuem mutuamente para desenvolver a próxima geração de colaboradores, maximizando o que já sabem e melhorando as competências necessárias. Incrível, não é?

Desenvolver a próxima geração de colaboradores é um trabalho coletivo
Sim, a gente realmente tem falado sobre isso com frequência em outros textos... e sim, isso é mesmo tão importante. Enfatizamos tanto esse ideal por ele ser essencial para desenvolver a próxima geração de colaboradores, pois o senso de união no treinamento de equipes faz toda a diferença. Tome nota, pois a dica a seguir é valiosa: os colegas de um time desenvolvem melhor as competências quando esse processo acontece de forma colaborativa.

Além do fator colaborativo, a partilha e a propagação de conhecimento, em uma lógica coconstrutiva, também são fundamentais para o método train-the-trainer. Todos contribuem com insights, materiais e indicações de leitura de maneira direta. Viabilizar isso é favorecer a autonomia para desenvolver a próxima geração de colaboradores.

A partir disso, os participantes cooperam entre si, resolvem desafios juntos e fortalecem os laços profissionais uns com os outros. A comunicação e o diálogo constantes formam um approach perfeito para desenvolver a próxima geração de colaboradores em pontos como o social learning e as soft skills.

A geração millennial e um novo modelo de gestão: a liderança 4.0

Quando falamos em desenvolver a próxima geração de colaboradores, isso se intensifica quando o assunto é voltado à geração millennial (ou geração Y). Eles se desenvolveram junto com a internet, os smartphones e outras modernidades e, por isso, são mais inquietos (no bom sentido) e acostumados ao acesso à informação rápida. Com certeza, há alguns colaboradores assim na sua empresa, certo?

Se eles acessam muitas informações ao mesmo tempo, logo há muitos tópicos a absorver de uma vez na rotina deles. Como é possível, então, desenvolver a próxima geração de colaboradores millennials, preparar um treinamento de equipes adequado para eles e aplicar o train-the-trainer nesse contexto? É aí que uma mudança de mindset na ideia de liderança se faz fundamental! Uma gestão animada e proativa, chamada de liderança 4.0, surge para seguir esse ritmo. Acompanhe-o junto com a gente, pois vamos te explicar melhor.

Para um líder 4.0, a mentalidade do ser humano evolui junto com a tecnologia, de maneira abrangente e com agilidade. No mesmo estilo dos millennials, reparou? Esse modo de liderança vai além de buscar de buscar os talentos mais promissores e pensa em potencializá-los para desenvolver a próxima geração de colaboradores.

Adeptos da liderança 4.0 conduzem mudanças na empresa exemplarmente. São preparados para manter a sinergia do treinamento de equipes, de modo que eventuais transformações aconteçam da melhor forma possível. Até mesmo diferenças gritantes entre gerações, sendo a mais comum entre os millennials e a geração X (a gente vai falar sobre isso em outro texto... aguarde), são possibilidades de mudanças extremamente positivas.

Líderes 4.0 estão sempre atentos à inovação e dispostos a favorecê-la em passos ágeis, especialmente ao desenvolver a próxima geração de colaboradores. A comunicação é um fator-chave aqui. Quem segue essa linha de gestão, prioriza a conversa como característica primordial para envolver toda a equipe.

Falar de modo mais próximo com a geração millennial facilita o caminho para desenvolver a próxima geração de colaboradores com o train-the-trainer. Uma vez cativados, os participantes tendem a se incentivar e assumir as responsabilidades de suas respectivas evoluções em T&D. Que tal pensar nisso no próximo treinamento para os futuros de sua empresa? Acredite, vai valer a pena!

(*) Pierre-Jean Quetant – Atua como Country Manager Learning Tribes Brasil. Formado como Administrador de empresas pela Grenoble Ecole de Management e como Tecnólogo em Eletrônica e Informática Industrial, pela Université Jean Monnet Saint-Etienne. Quetant já passou por empresas como Neurograff Eletromedicina Ltda, Smart Cursos, EGG CRM Brasil, Uneequip (fundador), Wheelabrator Allevard, AGOMEZ LTDA, Sony Music Entertainment, PAUL HARTMANN AG.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: desempenho empresas equipes treinamento