As 5 regras de ouro do estabelecimento de metas

Como empreendedores, sonhamos em sermos nossos próprios patrões, rompendo com as restrições corporativas e perseguindo nossa paixão como um empreendimento

Chama-se trabalho duro porque é difícil. Se fosse fácil, todo mundo faria isso.

Como empreendedores, sonhamos em sermos nossos próprios patrões, rompendo com as restrições corporativas e perseguindo nossa paixão como um empreendimento. Trabalhamos longas horas, muitas vezes sacrificando o tempo da família e outras obrigações para fazer, tudo isso por que sentimos que está em nosso sangue. Ser um empreendedor não é para todos, mas uma vez que começamos nessa jornada, não voltamos atrás - não importa o quão acidentada seja a jornada.

Empreender é uma questão de postura, é um objetivo de vida, mas na senda do empreendedor exige metas claras, com data para cumprir, significação pessoal, ter um alvo e suas divisas.

Constatou-se recentemente num estudo que 21% das organizações de alto desempenho que estabelecem metas, são mais produtivas do que suas concorrentes, de acordo com a Workboard e na mesma fonte: 69% das empresas pesquisadas disseram que as metas de negócios de comunicação são a maneira mais eficaz de construir uma equipe de alto desempenho.

As metas são uma forma de medir o nível de sucesso - elas lhe dão foco, direção e senso de propósito, ao mesmo tempo em que fornecem uma referência tangível para determinar se você está realmente obtendo sucesso almejado.

Como qualquer um de nós define o sucesso? É um termo relativo. Para alguns de nós, é sobre quanto dinheiro pode-se ganhar. Para outros, dinheiro são apenas troféus, ou quantos leads de vendas se têm ou o número de entrevistas que podem receber. Para alguns, tudo começa com as condições pré estabelecidas para alcançar a própria definição de satisfação: a capacidade de realização, ganhos financeiros, crescer profissionalmente e divertir-se fazendo isso.

Empreendedores costumam definir expectativas incrivelmente altas e as metas que eles definem são projetadas para corresponder a essas elevadas expectativas. Mas como nós, empreendedores, sabemos se os objetivos que estamos estabelecendo para nós mesmos são realistas e até alcançáveis?

A resposta é conhecer e fazer uma boa análise das cinco regras de ouro da definição de metas:

1. Estabeleça metas que te motivem

Quando você define uma meta, ela tem que significar algo, e tem que haver um valor para alcançá-la. Se o resultado é de pouca ou nenhuma importância para você, então as chances de sua colocação no trabalho são quase nulas. Na verdade, 93% das pessoas não podem traduzir metas em ações se as metas forem irrelevantes para elas.

Então, comece com as metas mais altas na sua lista de prioridades. É fácil ser sobrecarregado por tudo o que precisa ser feito, então comece com simplicidade. Vivemos em um mundo do tamanho de um "lanche", o que significa que somos capazes de digerir informações em pequenas mordidas e desligar quando recebemos demais.

Divida suas metas em suas três principais metas, ou as cinco principais, aquelas com maior senso de urgência. Se isso ajudar, escreva por que elas são valiosas para você.

Às vezes, escrevo essas metas porque:

a) a lista se torna um lembrete tangível do que precisa ser feito;

b) Preciso dos recursos visuais para me ajudar a focar. Como todo empreendedor sabe, temos muitas coisas em mente, então não há nada de errado em ter uma pequena ajuda.

2. Defina metas SMART

Você já deve ter ouvido falar disso, mas é sempre útil ter uma atualização. Se você ainda não ouviu falar desse acrônimo, aqui está o que ele significa:

eSpecífico
  Mensurável
  Atingível
  Relevante
  Tempo limite

Específico: Seus objetivos precisam ser o mais específicos possível, porque, de outro modo, eles não lhe darão orientação suficiente para seguir adiante. De acordo com um estudo da Associação Americana de Psicologia, estabelecer metas específicas levou a um desempenho mais alto em 90% do tempo para as empresas estudadas. Os objetivos são como uma lâmpada iluminando o caminho - quanto mais brilhante a luz, mais clara a estrada à frente.

Perguntei a alguns conhecidos de negócios sobre como eles estabeleceram metas e recebi uma resposta que me disse: “Se você não tem metas claramente definidas, você procrastina. Pense nos resultados que você deseja alcançar - quais atividades você precisa fazer para obter os resultados?”

Mensurável: Dê-se prazos realistas para concluir a tarefa em mãos. Adicionar datas específicas, valores, etc., torna o seu progresso quantificável. Por exemplo, em vez de dizer "Reduzir despesas", diga algo como "Reduza as despesas em 10% nos próximos 12 meses". Isso lhe dá uma quantia fixa, um prazo para completar sua meta e visualizar uma linha de chegada.

Atingível: Seja honesto com você mesmo. Seja realista, nada de sonhos mirabolantes, é necessário a meta ser desafiadora e desconfortável, porém, um gerenciamento e acompanhamento é necessário.

Relevante: Alinhe seus objetivos com a direção que você quer que sua vida e carreira o levem. Equilibrar o alinhamento entre longo prazo e curto prazo lhe dará o foco que você precisará.

Tempo limite: Ter uma linha de chegada significa que você vai comemorar quando você atingir seu objetivo. Ter prazos definidos dá a você uma sensação de urgência que falta quando as metas são estão sem datas para terminar.

3. Anote seus objetivos

Começar todos os dias escrevendo uma lista de "tarefas", além de imprimir um calendário com as reuniões do dia. Manter essas metas diárias visíveis em todos os momentos e verificar as coisas realizadas para avaliar em que ponto está no final do dia. Esta é uma prática recomendada, porque torna as coisas tangíveis e aumenta a auto responsabilidade.

Seus próprios objetivos de longo prazo não precisam ser explicados tão publicamente, mas você deve mantê-los em algum lugar onde, de vez em quando, você é lembrado de onde quer ir. Use uma voz ativa ao escrevê-las!

4. Coloque um plano em ação

É fácil ficar tão concentrado no resultado que você esquece os passos necessários para alcançar o resultado. Você pode ir de A a Z, dando pouca atenção a B, C, D e tudo mais. Então, anote todas as etapas individuais. Este é o seu roteiro para executar o seu plano o mais perfeitamente possível.

Os empreendedores de sucesso traçam os seus objetivos para os alcançar. Os empreendedores que desenvolvem um mapa para alcançar uma conquista ou superar a indecisão são obrigados a agir. Ao longo do caminho, procure o conselho de seus colegas - um ex-parceiro de negócios, um conselheiro ou mentor de confiança. Eles podem ter insights que você ignorou.

5. Trabalhe o plano

Ter um plano em vigor faz com que você seja oficial. Trabalhando o plano faz você bem sucedido. Se você tomar o tempo para elaborar um bom plano, por que não usá-lo? É tentador continuar mudando de ideia ou desenhar novos planos quando as coisas dão errado, mas as variáveis ​​não são uma desculpa para não se ater ao plano. Confie nos seus instintos.

Um conselho importante que é: olhe a longo prazo, mas viva a curto prazo. É muito fácil pensar nas coisas que você quer e no dinheiro que pode ganhar, mas isso não é possível sem o aqui e agora.

Não fique à frente de você. Confie no seu plano, trabalhe no plano, seja flexível ao lidar com variáveis ​​e você chegará lá. Chama-se trabalho duro porque é difícil. Se fosse fácil, todo mundo faria isso. Mas é satisfatório e compensatório!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: empreendedor empreendedorismo empreender gerir metas objetivos pme