AS MUDANÇAS NO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR NA ERA DIGITAL

Esta nova era trouxe praticidade, fez com que os negócios ficassem mais transparentes. Preços e condições comerciais são comparados milhares de vezes antes de concretizar qualquer operação. Mentiras são descobertas ao simples clique do mouse, ações inovadoras pensadas por meses podem ser descobertas ou até mesmo copiadas em questão de minutos. Não precisamos mais sair de casa para realizar tarefas rotineiras, como ir ao banco pagar contas, pois o banco vem até você.

O mundo está mudando drasticamente quanto as formas de vender, comprar, consumir, e um dos componentes que justifica estas mudanças é o CANAL DIGITAL. Neste tipo de negociação virtual, o cliente tem totais condições de encontrar o produto ou serviço que pretende adquirir em um tempo muito menor.

Como perda de tempo gera perda de dinheiro, é importante ter ferramentas que agilizem, simplifiquem o processo de pré-venda (por exemplo o cadastro de clientes) e também da venda em si.
 
As empresas devem acompanhar as mudanças nos negócios, estando cientes que elas acontecem a todo momento, estabelecendo assim interfaces para deixar registros que facilitem as pesquisas e o acesso às informações.
 
O comportamento de compra do consumidor muda dia-a-dia, acompanhando a economia, o estilo de vida das famílias, a tecnologia. A algumas décadas atrás, na época da inflação galopante, íamos ao mercado fazer a conhecida " compra de mês". Os anos foram se passando, a inflação entrando em uma zona de controle e os hábitos dos consumidores acabaram acompanhando esta nova fase. Idas aos estabelecimentos se tornaram mais frequentes, as quantidades diminuíram e as opções em relação a produtos cresceu bastante.

Abriu-se também espaço para novos entrantes, empresas que buscam oportunidades ou negócios mal explorados foram criadas, desenvolveu-se assim uma nova mentalidade empresarial. Agora fatores como qualidade total, diferencial competitivo e eficiência deverão ser tratados com mais seriedade, senão a chance de incertezas estará mais do que presente.

Com a chegada da era digital, onde as comunicações e os relacionamentos estão entrincheirados nas mídias sociais, as empresas tiveram que mudar seu foco, ou suas ações, dando preferência por opções que mais a aproximam do cliente, o deixando livre para escolher a melhor.
A distância já não é mais tão importante, pois a possibilidade de atendimento satisfatório nos lugares mais remotos tornou-se um problema fácil de se resolver ou encontrar soluções viáveis.

Esta nova era trouxe praticidade, fez com que os negócios ficassem mais transparentes. Preços e condições comerciais são comparados milhares de vezes antes de concretizar qualquer operação. Mentiras são descobertas ao simples clique do mouse, ações inovadoras pensadas por meses podem ser descobertas ou até mesmo copiadas em questão de minutos. Não precisamos mais sair de casa para realizar tarefas rotineiras, como ir ao banco pagar contas, pois o banco vem até você.
Na hora de estudar temos em mãos uma enormidade de canais que garantem qualidade nas informações, dando a oportunidade de DEMOCRATIZAR O CONHECIMENTO.

A logística ganha destaque neste novo cenário, em que é necessário rapidez e agilidade, recebendo pedidos em tempo real e os atendendo da mesma forma, no menor espaço de tempo possível.
A exigência do consumidor já não é mais a mesma, ele quer na hora certa, com o preço justo, na quantidade exata e o acompanhamento da empresa é  primordial para que não haja desperdício, retornos desnecessários ou excessos gerados por descontrole.

Aquele cliente antigo que não sabia ao certo e não cobrava seus direitos não existe mais, MORREU. Não há mais espaço para empresas e profissionais amadores, seja em qualquer área o que mais se valoriza é o PROFISSIONALISMO.
O dinamismo nas relações é essencial para que os negócios fluam, naveguem com ritmo e encontrem sempre seu" porto para atracar".

Deixe espaços abertos onde os clientes possam optar pela melhor forma de atendimento, que julgam a mais eficiente.
Crie canais que coloquem o cliente como personagem principal de suas ações, monitorando seus gostos, suas preferências, seu estilo, seu comportamento diante das mudanças e o que mais afeta sua convicção do momento ideal para efetuar uma transação.

Pesquise sobre novos formatos de comunicação com seu público alvo, acompanhe o que se fala e propaga de bom e de ruim sobre a sua empresa e seus produtos e/ou  serviços nas redes sociais, enfim fique atento a qualquer mensagem que tenha ciência, mesmo que nas entrelinhas , e as esclareça, dando retorno efetivo.
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(1)
Tags: comportamento do consumidor era digital redes sociais