Transformação digital: como liderar nos bastidores

Em tempos de disrupção digital, o papel do líder tem sofrido severas transformações. Entenda como esse profissional deve atuar

Istockphoto

Em tempos de intensa disrupção digital, os líderes precisam se posicionar em um grupo distinto em relação ao que existia na era pré-digital. Por que? Se, como muitos executivos com quem trabalho, você precisa liderar algum tipo de processo de transformação digital, provavelmente carece das habilidades técnicas para tocar esse trabalho e precisa confiar tanto em sua equipe atual quando futura para fazer o trabalho pesado, técnico.

Muitos líderes se preocupam com essa estrutura porque não são eles quem estão conduzindo a transformação em um nível processual. Mesmo assim eles precisam entender o suficiente acerca do que deve ser feito para tomar decisões inteligentes enquanto líderes.

Eles também estão preocupados que exista uma ameaça ao status da liderança. Ou seja, eles devem se questionar "por que meus subordinados deveriam me escutar se eu não tenho as habilidades para conduzir a iniciativa por mim mesmo?" e "em dado contexto, o que me dá legitimidade aos olhos deles?".

Esse novo ambiente não torna o líder obsoleto de maneira alguma. Na verdade, á ao líder um papel mais importante do que nunca: prover uma estrutura estratégica, liberar recursos onde é necessário, contextualizar as contribuições pessoais e motivar a equipe.

Dito isso, tal estrututura reque um estilo único de liderança no qual o líder deve se sentir confortável em atuar nos bastidores. Em geral, isso significa segurar a língua no que se refere a levar o crédito pelos sucessos e permitir que outros integrantes da equipe estejam à frente e ao centro — para receber os holofotes e créditos do dia a dia.

Mas também significa que o líder ainda precisa sofrer os danos em nome da equipe quando há falhas ou contratempos. Liderar dos bastidores é importante por quatro razões:

  1. dá poder às pessoas que trabalham para você;
  2. permite que outras pessoas ganhem visibilidade na organização;
  3. demonstra à sua equipe que você divide o poder;
  4. garante motivação à sua equipe durante tempos difíceis.

Eu nunca vi um líder que atua nos bastidores deixar de receber os créditos finais após uma transformação bem sucedida. Em última análise, o líder é aquele que se responsabiliza pelo trabalho feito; muitas companhias sabem reconhecê-lo explícita ou implicitamente.

Por fim, um trabalho bem feito refletirá positivamente no líder mesmo que ele ou ela permitam que os outros brilhem durante o processo. Assim, é um jogo onde todos ganham — além do líder levar o crédito final pelo sucesso, conquista a lealdade da equipe como resultado.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)