Entregador de pizza descobre como vender na Amazon e fatura mais $300 mil dólares

Como ganhar de $100 a $500 dólares por dia comprando produtos no Walmart e vendendo na Amazon

Publieditorial,
Divulgação
Gustavo Martins: de entregador de caixas para FedEx Ground em San Jose/CA a empreendedor faturando mais de $300 mil em vendas

Com a crise mundial, muitas pessoas estão buscando alternativas para ter uma segunda fonte de renda, e muitos fazem 2, até 3 jornadas de trabalho para sustentarem suas famílias.

Agora, imagine você ser um estrangeiro morando num país onde você sabe pouco sobre o idioma, e ainda morando de favor na casa de amigos e transformar $300 dólares (cerca de R$700) em um negócio que fatura mais de $300 mil dólares (mais de R$1 milhão de reais).

Nessa história de hoje, um grande empreendedor conta o que ele fez para largar seu emprego de motorista nos EUA e começar a ganhar dinheiro na internet, e ainda dá dicas de como você pode ganhar de 3 a 10 mil dólares por mês sem sair de casa.

O SONHO AMERICANO VIROU PESADELO

“Como eu saí do desemprego num país estrangeiro para me tornar um empresário milionário vendendo na maior loja do mundo sem ter um único item em estoque.”

Olá, nome é Gustavo Martins. Sou nascido e criado no Rio de Janeiro e sempre tive um espírito empreendedor: já aos 12 anos fazia pulseiras de artesanato para vender na escola. Aos 16 anos, fui trabalhar de office boy para o meu pai, que é corretor de seguros, e no ano seguinte me emancipei dos meus pais e me tornei o corretor de seguros mais jovem do Rio de Janeiro.

Aos 24 anos, já não vendo muito futuro para mim no Brasil, resolvi migrar para os EUA e tentar uma vida melhor, ou o famoso “American Dream - O Sonho Americano”

Cheguei em julho de 2001. Na época, não conhecia ninguém e não sabia falar uma palavra em inglês, era somente eu e um amigo. Moramos por duas semanas em um albergue no centro de São Francisco na Califórnia, e todos os dias saíamos para procurar emprego. Depois de muito tentar, conseguimos emprego em uma pizzaria para fazer entregas.

Na pizzaria, tivemos a oportunidade de conhecer outros brasileiros e fomos convidados a morar com eles. Éramos 9 pessoas em um apartamento de dois quartos, todos ilegais e entregadores de pizza. Entregava pizza 7 dias por semana em um carro que havia comprado por $1500 (o apelido do meu carro entre os entregadores era “trocinho”, e pelo nome já dá pra imaginar, era bem velho e pequeno), dinheiro esse que foi emprestado de um amigo.

Para completar o orçamento, consegui uma vaga de entregador de jornal (Los Angeles Times) e passei a trabalhar 7 dias nos dois turnos. Entregava pizza durante o dia e jornal de madrugada. Fiquei com esses dois trabalhos por 6 meses, até que comecei a dirigir táxi.

Meu horário no táxi era das 4 da manhã até 14h30, isso quando eu conseguia carro para trabalhar, pois muitas vezes eu chegava na empresa e esperava por horas e horas, e no final terminava voltando para casa sem nem conseguir trabalhar.

Por muitas vezes, trabalhei o dia inteiro e ganhei menos que o salário mínimo, sem contar o dia que fiquei durante 5 horas sem pegar nenhum passageiro e quando o primeiro passageiro estava entrando no meu carro, um outro carro bateu na minha traseira. Nesse dia eu voltei para casa com um prejuízo de $120.

O taxi foi a minha primeira escola de inglês. Por ser uma pessoa bem comunicativa, estava sempre tentando conversar com os passageiros mesmo sem saber falar inglês e isso me ajudou muito com o idioma.

Porém, apesar do táxi ser um trabalho melhor que o de entregador de pizza ou jornal, eu não me via como taxista, não era aquilo que eu queria para o meu futuro. Eu vim para os EUA em busca do meu Sonho Americano e não para ser taxista. Foi assim que apareceu a oportunidade para trabalhar entregando caixas para FedEx Ground em San Jose/CA.

Me adaptei muito bem ao trabalho da FedEx. Minha função era dirigir o caminhão e fazer as entregas. Em alguns dias chegava a entregar mais de 300 caixas. O trabalho era bem puxado, mas o salário era melhor que todos os outros trabalhos que havia tido, ganhávamos por paradas e número de caixas entregues, então, quanto mais eu trabalhava, mais ganhava.

Fiquei na FedEx por 4 anos até que eles mudaram as políticas de contrato e me vi obrigado a ter $40.000 para comprar um segundo caminhão ou deixar a FedEx e procurar novas oportunidades.

Do Caminhão para o meu Primeiro Milhão

Surgiu então a oportunidade para instalar antena de televisão para a Dish Network e lá fui eu passar o dia todo no telhado e nos porões das casas fazendo instalação. Após alguns meses, tive a chance de dirigir caminhão.

Resolvi virar caminhoneiro e fazer viagens interestadual California – Texas, ficando na estrada pelo menos duas semanas por viagem. Foi nessa época que comecei a trabalhar paralelamente com vendas online. Construí uma loja virtual de vendas de produtos de lutas em que alguns amigos enviavam do Brasil para mim aqui nos EUA e ainda fazia o famoso dropship na eBay, porém sem muito sucesso. Mesmo assim, sabia que era aquilo que queria fazer e fui estudando e me especializando cada vez mais sobre vendas pela internet.

Até que, 4 anos atrás descobri a Amazon.com, e logo no meu primeiro ano fechei com pouco mais de $50 mil em vendas, já no segundo ano fechei com $150 mil. Foi aí que resolvi fazer das vendas online o meu trabalho “full time” e no meu terceiro ano foi mais de $300 mil em vendas.


Workshop Realizado com Alunos do Rio de Janeiro em Novembro/2017

O Segredo da Loja de Tudo

A Amazon é conhecida como a Loja de Tudo, e, acredite, você encontra de tudo nela. Porém, a grande sacada é como usar essa loja para vender e ganhar dinheiro.

Nós perguntamos ao Gustavo o que é que ele estava fazendo para ter criado um negócio tão lucrativo, sem ter uma única peça em estoque.

Nós da redação já tínhamos ouvido falar do sistema dropshipping, que é onde o vendedor expõe um produto no mercado e depois desse produto ser vendido ele compra do fornecedor que faz entrega na casa do cliente.

Porém, o Gustavo nos revelou que usa uma técnica diferente e pouco conhecida no Brasil, a Retail Arbitrage.

Como ganhar de $100 a $500 dólares por dia comprando produtos no Walmart e vendendo na Amazon

Veja as dicas que o Gustavo deu para a nossa reportagem:

Esqueça tudo o que você já viu sobre vendas na internet, esqueça o Mercado Livre e até mesmo a importação de produtos para o Brasil.

O mercado americano é diferente do brasileiro, o americano está acostumado a comprar pela internet e ele é o tipo de consumidor super honesto, e ele sabe que o produto que ele comprou vai chegar na casa dele, então ele espera com paciência.

A primeira coisa que você deve saber sobre o Retail Arbitrage é que você precisa de uma conta gratuita para vendas na Amazon.

Depois de criar a sua conta, você precisa escolher alguns produtos para vender na sua loja virtual.

O importante é procurar produtos que tenham uma saída alta e também que te deem bons lucros, algumas lojas nos EUA usam o sistema de cashback para compras, que funciona da seguinte forma:

Toda vez que você compra alguma coisa num fornecedor, você recebe da loja uma porcentagem do valor que pagou de volta. Isso funciona como uma forma de incentivo para que você continue a comprar produtos da loja.

O que aumenta ainda mais a margem de lucro. E calma que não para por aí. Talvez você não saiba, mas os americanos são completamente malucos por descontos, em todos os lugares que você vai, você encontra cupons de desconto, e você pode utilizar esses cupons na hora de fazer a compra com o fornecedor, o que aumenta ainda mais os lucro final.

Isso, na prática, funciona da seguinte forma: você encontra um produto que na prateleira custa $2 dólares, você paga $1 dólar com o fornecedor e consegue vender ele por $4.50 na Amazon.

Parece até maluquice, mas veja essas duas imagens abaixo, uma do fornecedor e outra imagem do produto já na minha loja com o preço final, o meu lucro total do produto é de $11 dólares.


Preço de Custo


Preço de Venda

Bom, você acha pouco esse lucro? Agora imagine fazer 10, 20, 50 vendas por dia, no final do dia você acabando tendo um lucro de 10 a 50x maior do que você poderia imaginar. E, no final do mês, juntando tudo, o resultado é incrível.


Essa é uma imagem do painel de vendas da Amazon. Veja a progressão.

Nos Estados Unidos, essa prática de comprar um produto a preço de atacado e vender em grandes ecommerces como Amazon e Ebay já é conhecida, porém, no Brasil, poucas pessoas conhecem.

A grande vantagem de fazer esse tipo venda é que você não precisa ter um único produto em estoque e também pode trabalhar com diversos tipos de produto, você lucra 100% em dólares, e pode transferir para um conta uma conta no Brasil com o valor já corrigido (isso significa que para cada $1 dólar ganho você tem quase R$3,50 em reais).

A loja virtual não tem nenhum custo, você não precisa fazer nenhum anúncio para vender os produtos, já que a Amazon tem um fluxo de visitantes absurdo (maior loja virtual do mundo) e a entrega o fornecedor manda para a Amazon ou para o Ebay e a loja faz a entrega para você.

O seu único trabalho é escolher os produtos para cadastrar em sua loja virtual, escolher bons fornecedores e quando for realizado uma venda, você tem que comprar o produto e mandar para o galpão da loja virtual pra ela realizar a entrega para você.

Além de vender muito na Amazon, o Gustavo ensina essa profissão de Vendedor Online Internacional para diversos empreendedores ao redor do mundo, hoje já com mais de 3000 alunos no mundo inteiro, em países como EUA, Brasil, Portugal, Espanha, Inglaterra, Alemanha, Japão, China, Argentina, Chile, entre outros. Ele, inclusive, já tem alunos com resultados consistentes e alguns com resultados que chamam a atenção:

Para você saber tudo sobre como aprender essa nova profissão, e também sobre como você pode ganhar de 3 a 10 mil dólares por mês sem sair de casa, realizando vendas na Amazon, clique no link abaixo e saiba mais. ⤵︎

>> CLIQUE AQUI PARA SABER TODOS OS DETALHES <<

Então, se você tem interesse em:

  • Trabalhar pela internet;
  • Ter lucros em dólar;
  • Processos organizados e definidos;
  • Como escolher os melhores fornecedores;
  • Como escolher o nicho perfeito;
  • Como fazer descrição dos produtos;
  • Da venda à entrega na casa do cliente;
  • Como sacar o dinheiro em real;
  • Como promover do jeito certo;
  • Como vender no maior ecommerce do mundo;

CONHEÇA O VENDEDOR ONLINE INTERNACIONAL ➜

Certamente o Gustavo pode te ajudar a montar um negócio online, mesmo que você não tenha nenhuma experiência com internet, ou mesmo que você tenha pouco dinheiro para fazer investimento.

A história do Gustavo mostra que qualquer um pode empreender se tiver um pouco de criatividade e, principalmente, se tiver um pouco de ousadia para sair do comum.

Hoje, o Gustavo vive o seu sonho americano e pode desfrutar do desempenho de seu trabalho, assim como milhares de alunos do seu treinamento que hoje também vendem produtos na Amazon e no Ebay.

Se você quer empreender e ter um negócio digital, clique no link abaixo para saber como fazer isso. ⤵︎

CONHEÇA O VENDEDOR ONLINE INTERNACIONAL ➜

Para entrar em contato e conhecer melhor o trabalho do Gustavo que tem ajudado milhares de pessoas no Brasil e no mundo, acesse os canais abaixo:

Facebook: https://www.facebook.com/vendedoronlineinternacional
Youtube: https://www.youtube.com/vendedoronlineinternacional
E-mail: contato@vendedorinternacional.online
Messenger: http://m.me/vendedoronlineinternacional