Mais comentada

Empreendedor por necessidade x oportunidade

Para entendermos melhor a diferença entre esses dois tipos de empreendedor, é necessário sabermos o que é ser um empreendedor, para assim aprofundarmos nas diferenças e o que leva ao surgimento de cada um desses empreendedores

O que é ser um Empreendedor?

Para entendermos o que é ser um empreendedor, usaremos dois definições na qual, após pesquisas se encaixaram melhor em nosso entendimento sobre o assunto, são elas: “O empreendedor é o agente do processo de destruição criativa.

É o impulso fundamental que aciona e mantêm em marcha o motor capitalista, constantemente  criando novos produtos, novos mercados e, implacavelmente, sobrepondo-se aos antigos métodos menos eficientes e mais caros “ (Joseph Schumpeter, 1949, economista que tornou popular a palavra empreendedorismo) e “ É aquele que faz acontecer, se antecipa aos fatos e tem uma visão futura da organização “ (José Dornelas, 2001), sendo assim, ser um empreendedor é ser um sonhador, alguém que busca algo que fuja do convencional, que quebra paradigmas, altera conceitos, corre riscos, e tem ousadia para sair da zona de conforto.

Empreender por necessidade x oportunidade

 Agora que entendemos o que é ser um empreendedor, destacaremos um pouco mais sobre aqueles que empreendem por necessidade e por oportunidade. Os empreendedores que abrem seu próprio negócio por necessidade são aqueles que, na sua visão,não possuí opções de trabalho, esta desempregado, e para continuar com o seu sustento e sustento de sua família, se aventuram em abrir um negócio próprio, na maioria das vezes sem nenhum planejamento. Até a alguns anos atrás, mais precisamente no ano de 2002, as pesquisas feitas pelo GEM (Global Entrepreneurship Monitor), mostravam que este tipo de empreendedor era maioria no país, que segundo a própria pesquisa, empreender por necessidade, tenderia a ser maior nos países em desenvolvimento.

As empresas abertas por necessidade tendem ao fechamento, pois sem o planejamento adequado e inovações que o mercado pede conforme o tempo, e a quantidade de concorrentes, essas empresas não conseguem se manter no mercado por muito tempo. Segundo o IBGE (instituto Brasileiro de Geografia e estatística), quase metade das empresas fecham em 3 anos, vale a resalva que nem todas as empresas abertas apenas pela necessidade de seu empreendedor fecham, assim como nem todas as empreitadas por oportunidades darão certo, aquele proprietário que se atualiza constantemente e busca conhecimento na área com certeza terá maiores chances de que seu negócio dure.

Em contrapartida a os empreendedores por oportunidades, mesmo quando possuem outras opções de emprego, optam por iniciar um novo negócio, eles sabem onde querem chegar, fazem um planejamento prévio, tem em mente o que querem buscar para a empresa e visa á geração de lucros, empregos e riquezas, este por sua vez, se encaixa melhor em nossa visão do que é ser um empreendedor.

Recentemente, mais precisamente em 2013, uma nova pesquisa realizada pelo GEM, mostrou que sete em cada dez brasileiros, abrem seu próprio negocio por oportunidade, em 2002 apenas 42% abriam empresas por oportunidade, esses números subiram consideravelmente e hoje 71% das empresas são abertas por oportunidade, o que mostra um avanço na educação, os brasileiros procuram mais o algo além do ensino médio, os ensinos técnicos, superiores, estão cada ano mais acessíveis. Apesar dos números mostrarem um desenvolvimento de empreendedores por oportunidade, o país ainda tem muito de investir na educação empreendedora, em algumas escolas, a disciplina de empreendedorismo, já faz parte da grade curricular (assim como visto na matéria do Jornal Nacional “Empreendedorismo também se aprende na escola”, 2008).

 Assim, após conhecermos um pouco mais destes dois tipos de empreendedores, deixamos um dica, antes de abrir um negócio, mesmo que a necessidade seja muito maior, siga três passos para começar um jornada no mundo do empreendedorismo : Planeje, Planeje e Planeje.

  Fontes : http://www.sebrae.com.br/customizado/estudos-e-pesquisas/temas-estrategicos/empreendedorismo 

EMPREENDEDORISMO: TRANSFORMANDO
IDÉIAS EM NEGÓCIOs – JOSÉ CARLOS ASSIS DORNELAS

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(3)