Mais comentada

10 erros que eu gostaria de nunca ter cometido na minha carreira

"É bom aprender com os erros. Melhor ainda é aprender com os erros dos outros" (Warren Buffett)

iStockphoto

Na última década, eu deixei de ser um estudante para me tornar um empreededor, de freelancer a alpinista corporativo, de blogueiro a professor.

De fato, não é uma carreira normal, e também não é o que eu esperava. Mas a vida dificilmente será aquilo que se espera dela.

É por isso que somos humanos. E humanos cometem erros.

Recentemente, eu recebi um e-mail de um leitor. Ele perguntou sobre o maior erro da minha carreira.

Isso me levou a questionar. E escrever. Muito.

Depois de escrever mais de 2 mil palavras sobre os erros durante minha carreira, eu pensei: "caramba, eu cometi todos os erros que poderia ter cometido".

Enfim, cortei a parte óbvia e fiz uma lista com os 10 maiores erros. Espero que pelo menos um dos tópicos seja útil para você.

1. Supor que a carreira é linear

Esse é, à distância, a mais importante lição que aprendi. Em primeiro lugar, aprendi que suposições são ruins. Nós costumamos supor várias coisas sem perguntar ou pesquisar.

Uma dessas suposições é a de que carreira progridem linearmente. Quem foi que disse isso? Quando eu penso no assunto, não tenho ideia do porquê acreditei nisso.

É mais ou menos assim:

  • Você estuda;
  • Consegue um estágio;
  • Continua assim durante três anos;
  • Tenta se tornar um gerente de baixo nível;
  • Depois de alguns anos é promovido;
  • E, se for bem sucedido, muda para outra empresa para obter um melhor salário ou posição.

Ou

  • Você é um freelancer;
  • Começa trabalhando de graça;
  • Continua assim durante anos a fio;
  • Você não consegue pagar as contas;
  • Você arruma um trabalho;
  • Você pede demissão porque odeia o trabalho;
  • Você começa a cobrar pelo próprio trabalho;
  • Você melhora ano após ano.

O último: você é um empreendedor, inicia um negócio, cresce, pensa que é o tal, gasta mais do que ganha, tenta conseguir investidores, eles viram seu dono e você se ferra.

Novamente: por que fazemos essas coisas? É tão previsível. A vida é muito curta para essas chatices.

Acelere sua curva de aprendizado. Foque no valor. Aprenda mais, ganhe mais. Dê saltos. E, às vezes, quando você aprende, dá um passo para trás. Mas tudo bem, porque você irá ganhar mais no futuro.

Na economia contemporânea, o mais importante é o que você tem a oferecer. Pela primeira vez na história, várias empresas (não todas) não olham para a idade, gênero, raça, graduações -- elas se importam com o que você pode oferecer.

Então ofereça um ótimo trabalho. Como? Aprendendo rápido. O acesso à informação nunca foi tão fácil. Use.

2. Priorizar o dinheiro

Eu já fiz isso. E se você o fizer, eis três coisas que podem acontecer:

  1. Você vai acabar com um emprego de vendedor que odeia;
  2. Você se torna um empresário ou freelancer agressivo e movido a vendas;
  3. Você diz "sim" para o trabalho que esmaga sua alma.

Não há nada de errado com isso. Mas não é uma vida sustentável. Eu não estou aconselhando você a parar de ganhar dinheiro.

Mas, ao invés de focar no dinheiro, por que não focar nas outras coisas que são mais gratificantes? Coisas como aprendizado, experiências, trabalhos interessantes, criar valor para outras pessoas.

A maioria das pessoas seguirá esse conselho? Provavelmente não, porque elas não podem dizer "não" ao dinheiro. Há apenas uma regra simples tanto para dinheiro quanto para liberdade: viva abaixo dos seus ganhos. E sim, isso é difícil.

Se você quer saber mais sobre como treinar a si mesmo para não depender de dinheiro, leia Cartas a Lucílio,de Sêneca (em inglês). Ele escreve bastante sobre isso.

3. Perder tempo

Você não acreditaria em quantas noites e fins de semana eu perdi assistindo TV, saindo, comprando coisas desnecessárias ou quaisquer atividades indolentes.

Claro, entretenimento é bom, mas você não precisa relaxar a cada minuto livre que você tem.

Essa é sua vida, essa é a sua carreira. Leve a sério.

Posso perguntar uma coisa? Qual a sua habilidade? Você é excepcional fazendo algo?

Não precisa saber a resposta, é hora de procurá-la. Comece aprendendo, praticando, fazendo, seja o que for. Faça algo que transforme você em um especialista.

4. Escolher um trabalho, e não uma área

Na última década, eu tentei a sorte em várias áreas, incluindo hotelaria, moda, TI e bancos. Mas, nos últimos anos, me comprometi apenas com consultoria e educação.

Gostaria de ter feito isso antes. Pular de área em área traz custos altos. É necessário aprender sobre a área, o mercado, as pessoas, regras não-escritas, seja o que for.

A maioria das pessoas decidem o que elas querem ser (ou apenas ingressma numa profissão). E então tentam encontrar um trabalho -- elas não se importam com a área, desde que sejam pagas. Ou tentam ser empreendedoras ou freelancers e então correm atrás do dinheiro.

Mas essa não é uma estratégia eficiente no longo prazo, porque você nunca será expert em nada. Ao invés disso, escolha uma ou duas áreas que você ama e comprometa-se em encontrar sua oportunidade ali.

5. Ficar muito confortável

"Ah, trabalhei duro e hoje estou bem". Pense novamente. Você nunca estará seguro.

Vida é competição. A próxima pessoa está esperando pacientemente que você cometa um erro, e então ela irá tomar sua posição.

Isso é verdade? Honestamente, não sei. Mas eu gosto de pensar que é assim.

Por que? Porque me mantém de pé. A última coisa que você quer é ficar confortável.

6. Não pedir as coisas

Sim, você é uma pessoa legal. Entendemos. Mas não seja tão legal.

Outras pessoas vão tomar seu lugar, puxar seu tapete e você vai acabar com nada. Não precisa ser um babaca. Apenas saiba que, quando você está nos negócios, está nos negócios.

E tudo são negócios. Artes, esportes, mídia, relações de trabalho, colegas, seja o que for.

Se você quer algo, peça. Quer um aumento? Peça. Ninguém vai dar espontaneamte para você. O que você espera?

"Ei, olha... você é uma pessoa legal. Pega aqui essa bolsa com dinheiro!. Nunca vai acontecer.

7. Não seguir seus interesses

Há dois fatores neste tópico. Pessoas que dizem que você deveria seguir sua paixão e pessoas que dizem o contrário.

O engraçado é que as pessoas que dizem para você não seguir suas paixões não seguiram as delas. Entendeu? Por que raios elas encorajariam os outros a seguir suas paixões? E vice-versa?

Eu não gosto muito da palavra "paixão" -- e também não gosto da discussão. Mas tudo o que posso dizer é isso:

A vida não é infinita. Você realmente quer gastar a sua fazendo algo que odeia?

8. Não ouvir as pessoas

Quando obti meu mestrado em Administração alguns anos atrás, pensei que era o cara. Eu não ouvia as pessoas mais experientes do que eu.

A prática é diferente dos livros. Eu não sabia disso.

Hoje eu prefiro ser humilde e ouvir todos. Isso significa ouvir pessoas menos experientes. Muitas vezes elas têm as melhores ideias.

9. Querer muito rápido demais

Mesmo que sua carreira não tenha um progresso linear, você não pode dar passos gigantes todos os dias. E, no começo, eu tentei me mover muito rápido.

Hoje sou mais paciente. Antes de começar o blog, escrevi centenas de ensaios quando estava graduando, sem mencionar duas enormes teses.

Também trabalhei nas trincheiras dos negócios e marketing por anos antes de começar a dar consultoria. Ninguém jamais viu isso. Mas é assim que se aprende.

10. Não pedir ajuda

Talvez você seja muito orgulhoso. Talvez você pense que as pessoas vão achar você um estúpido. Talvez você não tenha sido criado para isso.

Mas se você não pedir ajuda, uma coisa é certa: você nunca vai obter.

Quase tudo na vida vem do esforço em equipe. Mesmo que você trabalhe inteiramente para si mesmo, você precisa de pessoas. E elas precisam de você.

As histórias de sucesso dos self-made man são todas falsas.

Sempre que você se sentir esgotado, achegue-se aos outros. Aos seus colegas, parceiros, amigos, família. Eles vão ajudar você. Se não ajudarem, não são seus amigos.

Por fim: essa é sua carreira

Por que não levar a sério? Essa é uma das coisas que eu não fiz o suficiente até alguns anos atrás. Eu era muito passivo.

Se você estiver infeliz com sua carreira ou com o seu progresso, mude. Esse é o único conselho universal.

E mude hoje. Sabe por que? Se você não mudar hoje, quando você irá mudar?

Nós dois sabemos a resposta.


O artigo foi publicado no blog do autor e cedido gentilmente ao Administradores.com.

Avalie este artigo:
(6)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração