7 dicas para se comunicar melhor no ambiente de trabalho

Entenda como a comunicação pode ser uma grande aliada para criar uma boa imagem profissional.

Thinkstock

Muitas pessoas me perguntam de onde tiro inspiração para escrever semanalmente, sobre assuntos diversos. Confesso que nem sempre sei exatamente sobre o que falar, esta semana por exemplo, sentei em frente ao computador, respirei fundo e as ideias simplesmente não apareceram. Levantei da cadeira e fui dar uma olhada em alguns livros, na tentativa de encontrar algo interessante por lá, e foi o que de fato aconteceu! No meio de tantas obras, encontrei, quase que escondido, um pequeno exemplar de capa verde, chamado: Aprenda a se comunicar com habilidade e clareza de Lani Arredondo – Ed. Sextante (2007) e aquilo era exatamente o que precisava! Há tempos queria escrever sobre comunicação, pois acredito que comunicar não se trata somente em falar alguma coisa, mas principalmente em ser bem compreendido, evitando assim, qualquer tipo de mal entendido, seja ele de ordem pessoal ou profissional.

Levando o tema para o ambiente de trabalho, posso afirmar com segurança que uma das grandes dificuldades empresariais, está relacionada justamente com a falha de comunicação, não somente por deixar de falar algo importante, mas também por dizer o que é preciso de forma inadequada, grosseira ou com a emoção errada para o momento, causando assim grande desconforto, não somente para as empresas, mas principalmente para as pessoas que nelas trabalham.

Como profissional, é preciso saber que falar sem pensar, pode causar um impacto negativo imenso em sua imagem, por isso antes de sair falando o que pensa, é fundamental analisar o ambiente, a situação e até mesmo a emoção da pessoa com que se pretende ter a conversa, ou seja, ficar atento ao que chamo de estratégia de comunicação, que nada mais é do que prestar mais atenção em alguns pequenos comportamentos que normalmente são feitos sem que se perceba e assim transformá-los em intencionais, na tentativa de atingir melhores resultados com aquilo que você fala.

Pessoas que prestam atenção no ambiente, na situação e ainda tem o cuidado de conduzir a própria comunicação com o intuito de alcançar bons resultados, são melhores compreendidas e reduzem a possibilidade de se envolverem em conflitos, além de serem vistas como profissionais comunicativos e bem articulados, o que com certeza conta muito para a construção de uma boa imagem profissional.

Confira as estratégias para se comunicar melhor no ambiente de trabalho:

Estabeleça uma ligação com as pessoas – Por mais que hoje, o tempo pareça estar cada vez mais curto, é preciso criar vínculos se quisermos ser bem compreendidos. Não deixe que a correria do dia a dia impeça que você dê atenção à pessoa com quem conversa. Pare por um instante, olhe nos olhos, faça com que o outro entenda que aquele momento está sendo dedicado a ele, procure também adaptar aquilo que fala ao estilo do interlocutor, isto faz com que as pessoas se sintam seguras, valorizadas e consequentemente mais dispostas a ouvir o que você tem para falar.

Procure olhar com os olhos do outro – Como mencionei anteriormente e volto a afirmar: Comunicação não é o que você fala, mas o que o outro entende. É preciso lembrar que quando mandamos nossa mensagem, a outra pessoa vai receber e interpretar, baseada principalmente em suas próprias experiências, gerando assim a própria percepção daquilo que é dito fazendo com que reaja de determinada maneira. Muitas vezes a percepção acaba sendo até mais importante que o fato em si. Nem sempre podemos controlar o modo como alguém vai entender aquilo que falamos, mas se você tiver o cuidado em se comunicar cordialmente, com expressões suaves e gestos condizentes com a mensagem, além de conhecer as referencias da outra pessoa, isto pode ser um bom caminho para que a mensagem seja compreendida da maneira que você gostaria. Lembre-se, leve em consideração não somente a forma como vê as coisas, mas também como o seu interlocutor enxerga a situação.

Saiba o momento certo de dizer as coisas – Ter este tipo de percepção é fundamental para atingir seus objetivos de comunicação. Não basta somente perceber a si mesmo, adequar tom de voz, gestos e ter todos os cuidados do mundo se o momento não for ideal. Falar na hora errada, acaba fechando os canais de comunicação, fazendo com que a outra pessoa não tenha disposição para escutar. Espere o momento apropriado, perceba as emoções e o contexto, procurando identificar o momento certo e só então dê o seu recado.

Escolha as palavras com cuidado – Em alguns momentos, na tentativa de falar o que precisa ser dito, as pessoas se esquecem de escolher as melhores palavras para adequar seu discurso e causar maior impacto, caindo assim em armadilhas que levam a percepções e reações negativas. O que posteriormente pode acabar em frases que provavelmente você já deve ter dito ou escutado alguma vez na vida, tais como: “Eu não quis dizer isso” ou ainda “ Você entendeu errado!”, levando assim mais tempo para “consertar o estrago” do que na mensagem inicial que era comunicar algo. Cuidar com as palavras é tão importante quanto cuidar com seu tom de voz, gestos e analise do melhor momento. Evite usar palavras negativas no inicio da conversa, isto pode fechar o canal de comunicação, antes mesmo que ela se estabeleça.

Controle seu tom de voz – O ritmo da fala, o timbre, o tom e até mesmo o volume da voz, podem passar uma imagem equivocada daquilo que se quer falar. Quando uma pessoa fala muito rápido, por exemplo, podemos achar que ela está um tanto nervosa ou até mesmo impaciente, ao passo que falar muito alto pode dar um tom de agressividade e falar muito baixo transmite insegurança dependendo do ambiente. Saiba adequar o tom de voz ao contexto da situação. Ao conversar reservadamente com uma pessoa, fale baixo, agora, se estiver com um grupo em uma sala grande, aumente o volume, fale pausadamente quando necessário e certifique-se que está sendo ouvido, isto é fundamental para a comunicação verbal.

Perceba suas próprias emoções – De nada adianta estar atento ao outro, ao ambiente, ao momento se você deixar de perceber as próprias emoções! Saiba também qual é o seu momento e utilize aquilo que sente a favor de si mesmo, isto também é inteligência emocional! Tratar de um assunto delicado em um momento de mau humor pode ser desastroso tanto para quem fala como para quem recebe a mensagem, fique atento.

Cuidado com as expressões e gestos – Sou o tipo de pessoa, que gosta muito de perceber as expressões dos outros no momento da fala. Observo tanto as micro expressões como levantadas sutis de sobrancelhas, pequenos movimentos com os lábios e olhares que podem passar despercebidos, também não deixo de notar as expressões mais visíveis feitas através gestos amplos e observáveis facilmente. Foi assim que aprimorei a minha própria forma não verbal de comunicação, esta é uma dica fundamental para quem deseja se expressar melhor, pois através da observação você aprende não somente a identificar sinais do outro, como perceber a si mesmo.
Invista na comunicação não verbal, ela pode ser a grande aliada ou até mesmo a vilã da sua mensagem, seguindo essas dicas, aposto que verá como falar o que pensa e ser compreendido, pode ser mais fácil do que você poderia imaginar!

Avalie este artigo:
(1)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: comunicação empresa pessoas técnicas

Administradores Premium

Últimos Workshops


Revista Administradores

Revista Administradores

Síndrome de burnout

No Brasil, cerca de 30% da população economicamente ativa sofre de uma síndrome que provoca dores, perda de memória e desmaios.


Seja um Administrador Premium e
Tenha acesso a todos esses benfícios.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração