Entrevista de emprego: como eliminar o medo desse momento?

Fui chamado para uma entrevista de emprego. E, agora? Neste artigo apresento-hes algumas dicas para que você faça bonito na hora da entrevista de emprego. Aproveite!

iStock

Em algum momento da vida, em qualquer parte do mundo, a maioria das pessoas já teve de enfrentar (ou ainda experimentará) o momento da famigerada entrevista de emprego. Aliás, é muito comum que as   pessoas passem por esse momento mais de uma vez ao longo de suas carreiras profissionais. Nessas horas, como suprimir o medo natural diante do desafio?

A entrevista de emprego faz parte do conjunto de ferramentas das quais os  recrutadores dispõem para decidir quem é o melhor candidato a determinada vaga na sua organização. A primeira ferramenta que utilizam é o curriculum vitae, do qual já falei em outros artigos. A segunda, geralmente, costuma ser a entrevista de emprego – ou, em alguns casos, como na área acadêmica, a prova de títulos.

POR QUE TEMOS TANTO MEDO DA ENTREVISTA DE EMPREGO?

O medo é parte inerente da nossa existência e está relacionado à forma como fomos educados – e ao tipo de relacionamentos familiares e de amizade que vivenciamos. Em coaching, nós chamamos esses medos de crenças limitantes.

Falar em público tem sido apontado como o maior medo da humanidade, superando até o medo da morte. Por isso, a exposição pessoal através da fala, especialmente para alguém que o está avaliando, faz parte do nosso grupo de “fantasmas”. Mas, como tudo nesta vida tem solução, vamos tratar de eliminar esses fantasmas e fazer bonito numa entrevista de emprego. Afinal, o mais importante é que alcancemos nossos objetivos, certo?

Aquele “friozinho na barriga” a gente nunca perde completamente. Entretanto, algumas técnicas básicas podem ajudá-lo a se sair bem diante do entrevistador. Primeiramente, antes mesmo de elaborar o currículo, você já pesquisou sobre a  organização e sobre o cargo a que está se candidatando, correto? Vejamos:

COMO FAZER BONITO NA ENTREVISTA DE EMPREGO

Aprofunde aquela pesquisa sobre a organização para surpreender seu entrevistador: a) Saiba quando ela foi fundada e quem foram seus pioneiros; b) saiba se ela tem filiais; c) conheça a missão, a visão e os valores organizacionais; d) tente descobrir que tipo de pessoas trabalham lá; e, se possível, e) qual é o nível de satisfação e tempo de permanência no emprego;

Vista-se sobriamente para a entrevista, tenha seus cabelos bem penteados, unhas aparadas e limpas;

Ao ser recebido pelo entrevistador, cumprimente-o com um aperto de mão, nem muito fraco, nem muito forte. Demonstre respeito e autoconfiança com esse cumprimento e, imediatamente, após dizer que é um prazer conhecê-lo, agradeça pela oportunidade de ser entrevistado. Mantenha o contato visual e um sorriso nos lábios!

Ele fará perguntas abertas e espera que você responda de acordo com o que ele quer ouvir. Lembre-se: o entrevistador já leu seu currículo, portanto, não levante coisas que não estejam lá! Ele quer ouvir os detalhes daquilo que leu e que lhe chamou atenção.

QUE TIPO DE PERGUNTAS SERÃO FEITAS E COMO DEVO RESPONDER?

Como mencionado, os recrutadores já leram o seu currículo e querem confirmar se você é a pessoa certa para ocupar o cargo oferecido na organização.  Não há como saber quais serão as perguntas, e alguns entrevistadores usarão formas impositivas para saber o que desejam. É importantíssimo que você responda a todos os  questionamentos com firmeza, demonstrando autoconfiança – sem, no entanto, ser arrogante.

Vamos lá:

1) Fale-me sobre você:

Como dá para perceber, essa expressão não está em forma de pergunta. É um  questionamento aberto e você terá a chance de aproveitar este momento para salientar seus pontos fortes, seus principais traços positivos de personalidade,  demonstrando o quão bom você é.

Evite falar sobre seus pontos fracos. Ele não perguntou isso, mas pediu que você falasse sobre o seu próprio perfil. Procure dizer que você é extrovertido ou que tem bom relacionamento interpessoal, que sabe elaborar projetos e sempre cumpre o que foi planejado. Evite dizer: “eu sempre procuro cumprir...” Afirme, sempre: “eu sempre consigo atingir os objetivos propostos”.

2) Por que nós devemos contratar você?

Para responder a essa pergunta, você  pode relatar uma experiência profissional prévia, que indique que você tem conhecimento de causa e firmeza para atingir objetivos. Reforce sua habilidade de trabalhar em equipe, de resolver conflitos e motivar seus pares e demonstre que, certamente, contribuirá para o alcance dos objetivos organizacionais.

3) Você já teve algum tipo de situação difícil no seu trabalho, algum conflito?

Se o entrevistador estiver perguntando “você já teve...?”, então é possível responder, sumariamente: “não (ou ‘nada relevante’), sempre tive bom relacionamento com meus chefes, subordinados e colegas”.

Já se a questão vier assim: “Fale-me de uma situação em que você viveu um conflito, ou um momento difícil no ambiente de trabalho”... Bem, nesse caso,  você terá de contar um caso, porque é certo que o entrevistador quer ouvir isso de você.

Todos já tivemos algum – ou alguns – problemas no trabalho, então esteja preparado para contar um caso que não tenha sido tão relevante. Por exemplo: “numa das empresas onde eu trabalhava, tinha um colega que sempre chegava atrasado, mas ele era bom no que fazia. Por conta dos comentários na empresa, meu gerente queria demitir esse colega e, como eu era o líder imediato da equipe, coube a mim, conversar com o colega para evitar que ele fosse demitido”. E finalize aí a sua história. Espere pela próxima pergunta que, certamente será:

4) Como você resolveu essa situação?

Sua história deve ter um final feliz, portanto, vá pensando nas duas respostas: à  questão número 3 e à número 4. Procure manter na lembrança alguma situação de conflito enfrentada no trabalho e a forma como você a resolveu.

5) Quais são os seus pontos positivos e negativos?

Você já falou sobre suas características na primeira questão, certo? Retome os pontos positivos e, dentro do possível, acrescente mais alguns. Foque nas suas  competências: tudo o que você sabe, como aplica bem o que sabe e como se  comporta bem.

Antes de terminar a resposta, mencione uma fraqueza que não possa prejudicar sua contratação. Fale, por exemplo: “Às vezes eu sou tímido, mas, como conheço minhas competências, enfrento a timidez e sempre consigo atingir os objetivos a que me propus”. Evite dizer que seu principal ponto fraco é a “organização demasiada” ou o “perfeccionismo”. Entrevistadores estão cansados desse tipo de afirmação.

6) Por que você quer trabalhar conosco?

Ah! Essa é a hora em que você dirá tudo que sabe sobre a organização e ao segmento a que ela pertence – alimentação, vestuário, transporte, etc. Mostre que você sempre quis trabalhar nessa organização e que está muito feliz por ter tal oportunidade.

Diga, especialmente, o que o entrevistador quer ouvir: que você tem convicção de que fará a diferença nessa organização e a ajudará a conquistar seus objetivos. Lembre-se: diga tudo em forma afirmativa: eu quero, eu sempre quis, eu sei que posso, e evite dizer: eu gostaria muito de mostrar do que eu sou capaz, ou eu sinto que posso fazer a diferença.

7) Você tem alguma pergunta sobre nossa organização? Ou: Faça perguntas sobre a organização ou sobre o cargo que está buscando aqui.

Embora a vontade seja de perguntar se eles pagam os salários em dia, procure fazer uma pergunta mais abrangente, que demonstre seu interesse no desenvolvimento da organização.

Exemplo: a) Quais são os próximos passos deste processo de contratação do qual estou participando? b) Os candidatos são informados dos resultados de cada etapa, mesmo que tenham sido eliminados? c) Como vocês percebem a inserção dos  illenials no mercado de trabalho? d) Vocês têm funcionários de diferentes gerações trabalhando em conjunto? e) Se sim, como vocês obtêm resultados positivos por meio do encontro de diferentes gerações no ambiente organizacional?

Tenha certeza de que você se sairá bem em qualquer entrevista de emprego. Basta querer e se preparar adequadamente.

É possível que você não seja o escolhido para ocupar a vaga, mas, certamente, estará preparado para enfrentar qualquer entrevistador.

Conhecer a organização e a si mesmo é primordial para fazer bonito na entrevista de emprego.

Sucesso!

 

Avalie este artigo:
(1)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: carreira curriculum vitae entrevista de emprego