Mais comentada

Equilíbrio Emocional: uma habilidade decisiva para líderes

Com equilíbrio emocional, você acha formas de controlar suas emoções e impulsos. Você permanece calmo e de mente limpa sob estresse, até mesmo durante crises.

iStock

O diretor de marketing de uma empresa alimentícia global caía em cima de qualquer um que não estivesse de acordo com seus padrões. Ele se enfurecia e gritava com qualquer um que discordasse dele. Sem saber, todos os relatórios a seu respeito eram reclamações dos funcionários sobre trabalhar com um chefe tão horrível.

O que faltava no executivo de marketing era o equilíbrio emocional - a habilidade de manter emoções conflituosas sob controle, de manter efetividade durante condições estressantes. Com equilíbrio emocional, você acha formas de controlar suas emoções e impulsos. Você permanece calmo e de mente limpa sob estresse, até mesmo durante crises.

Autocontrole é um ato de equilíbrio

Eu chamo essa competência crucial para a liderança de Equilíbrio Emocional porque ela requer um ato de equilíbrio entre duas partes essenciais do cérebro. Uma é o centro executivo, o chefe do cérebro, onde tomamos decisões, planejamos e aprendemos. Ela está localizada atrás da testa no córtex pré-frontal. Uma super estrada no cérebro liga essa área aos centros emocionais, aproximadamente entre nossas orelhas, onde a amídala é o radar de ameaça do cérebro.

A amídala trabalha constantemente para ver se estamos seguros. Se ela encontrar uma ameaça, ela sequestra, ou toma controle, do córtex pré-frontal. Durante esse período, a amígdala nos diz o que fazer.

Quando a amígdala toma o controle, você tem uma reação emocional muito forte, uma fúria ou medo, talvez até ficando dormente. A reação é muito rápida. Depois você pensa "Queria não ter feito isso, mas simplesmente não deu certo".

Se você está em busca de conteúdos sobre Inteligência Emocional e Liderança, confira também o Leadership: A Master Class, o Curso Internacional Definitivo sobre Liderança, comandado por Daniel Goleman, autor de Inteligência Emocional.

Por que equilíbrio importa para os líderes

A ciência cognitiva nos diz que quanto mais estamos chateados, menos somos capazes de nos concentrar no que é importante, de interiorizar, ou de responder agilmente. Um sequestro emocional sabota sua habilidade de tomar boas decisões ou reagir de forma habilidosa. Emoções também são repassadas de líderes do grupo para membros do grupo. Uma pesquisa feita na Faculdade de Administração de Yale mostra que quando um líder de um grupo está com um temperamento positivo, o grupo absorve o temperamento e a equipe funciona melhor. De forma similar, o temperamento negativo de um líder faz com que os membros da equipe fiquem negativos e seu desempenho despenque.

Na minha série de vídeos a ser lançada, Crucial Competence, meu amigo e colega, George Kohlrieser disse:

"Fizemos uma pesquisa com mais de 1000 executivos ao redor do mundo, CEOs, membros do conselho, maiores líderes, sobre as características dos melhores líderes. A resposta número um é a habilidade de manter-se calmo e controlado. Numa crise, ser capaz de administrar suas próprias emoções e permanecer calmo, ser capaz de criar uma ilha de segurança e não espalhar sua tensão".

Como desenvolver o Equilíbrio Emocional

A boa notícia é que quando a amígdala começa a ter um impulso emocional, ela envia um sinal ao córtex pré-frontal, que na maioria das vezes consegue administrar isso bem. Ele pode dizer "Eu não tenho que ficar com raiva ou com medo agora. Eu posso fazer algo mais produtivo".

Aqui está uma forma de fortalecer sua habilidade de administrar suas emoções perturbadoras. Implemente o autoconhecimento. Perceba quando você estiver começando a perder o controle e então intervenha. Intervenha no local. Isso significa não apenas perceber que vai ter um sequestro, mas saber o que fazer. Isso leva prática. Pratique, treine seu corpo para se acalmar. Pratique dizer a si mesmo que é preciso reestruturar o que está acontecendo, para que você entenda a situação de uma forma que o sequestro não ocorra. Treine para ser capaz de manter a calma sob crises e estresse. Existem métodos para isso. Relaxamento profundo, atenção, meditação, assim como contestar os pensamentos que você tem quando está em crise.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(3)