Mais comentada

Oito dicas para preparar seus alunos para o Vestibular e o Enem

Um dos principais objetivos do professor de Ensino Médio consiste em preparar os alunos para exames como o Vestibular e o Enem — provas de máxima importância, pois podem definir o futuro acadêmico e profissional dos estudantes. Portanto, o professor não deve medir esforços a fim de prepará-los para exames tão cruciais. Tal preparo não se limita ao que é transmitido em sala de aula. Não basta o professor ser didático e saber transmitir bem a matéria que ensina. Deve também orientar os alunos e empregar todos os recursos possíveis para ajudá-los a otimizar seu desempenho no Vestibular e no Enem.

Neste artigo, sugerimos oito dicas de como o professor pode colaborar com os alunos nesse preparo.

1. É fundamental que o professor ensine os assuntos que são exigidos pelo Vestibular e o Enem.

Essa dica parece ser evidente, mas não é. Muitos professores não ensinam em aula o conteúdo exigido pelo Vestibular e o Enem. Em vez disso, passam muito tempo ensinando alguns assuntos e ignorando outros. Esperam que os alunos estudem o restante sozinhos ou em algum curso pré-vestibular.

Se o professor se interessa em preparar os alunos para o Vestibular e o Enem, deve, antes de mais nada, pesquisar os tópicos que essas provas testam. Não deve seguir o livro didático cegamente ou ensinar apenas os assuntos que o interessam. É fundamental que o currículo cubra o que se exige nos exames que os alunos prestarão.

2. O professor deve incentivar os alunos a revisar em casa o que foi ensinado em classe.

É importante que o professor incentive os alunos a revisar em casa o que foi ensinado em aula. São poucos os alunos que conseguem assimilar e reter tudo o que é transmitido pelo professor. Para a quase totalidade deles, é necessário revisar o material e fazer exercícios para testar se realmente compreendeu o que foi exposto.

A realidade é que muitos alunos não têm nenhum interesse em dedicar parte de seu período livre aos estudos. Desperdiçam tempo porque acreditam serem capazes de se preparar para o Vestibular e o Enem em poucos meses ou até em algumas semanas. Esse constitui um grave erro. Alunos conscientes sabem que há muito a estudar e que precisam fazer sacríficos para conseguir entrar na faculdade de seus sonhos.

3. É altamente recomendável que o professor prepare e aplique simulados em sala de aula para ajudar os alunos a se preparar para o Vestibular e o Enem.

Fazer simulados representa uma maneira eficaz de se preparar para esses exames. O professor não pode se limitar a aplicar provas. Para muitos alunos, estas representam nada mais que um grande transtorno, necessário a fim de passar de ano. Consequentemente, são poucos os estudantes que as encaram como um meio de avaliar o quanto aprenderam. Muitos deles estudam para uma prova e logo depois de fazê-la, esquecem tudo o que aprenderam.

Diante dessa realidade, recomendamos que o professor aplique simulados que não valham nota, com um único objetivo: avaliar o grau de preparo dos alunos para as provas que tencionam prestar.

4. Ao preparar simulados e provas, o professor deve selecionar questões de Vestibular e do Enem.

Todo professor de Ensino Médio sabe que preparar um simulado ou uma prova é um processo que consome muito tempo. Assim, recomendamos a ele procurar um site na Internet que disponibilize um gerador de provas: uma ferramenta que dê acesso a milhares de questões para que ele possa elaborar provas e séries de exercícios.

É fundamental que o gerador de provas contenha questões de Enem e dos Vestibulares que os alunos pretendem prestar. Por exemplo, se o professor ensina no Rio de Janeiro, é aconselhável que prepare simulados com questões de Vestibulares de faculdades desse estado.

É fato sabido e notório que muitos professores de Ensino Médio vivem sobrecarregados. Hoje, felizmente, há ferramentas na Internet, como aulas, atividades para a sala de aula e outras, como o gerador de provas, que podem agilizar e facilitar seu trabalho.

5. É imprescindível que o professor enfatize a importância de entender conceitos em contraposição a apenas decorar fórmulas, nomes e datas.

Muitos alunos estudam muito, mas não tem bom desempenho no Vestibular e no Enem. Um dos motivos pelos quais isso ocorre é que não se prepararam para esses exames de forma correta. O Enem e a grande maioria dos Vestibulares testam a aplicação de conceitos. Isso significa que não basta apenas decorar centenas de fórmulas, nomes e datas.

Para a maioria dos alunos, entender conceitos é mais difícil do que decorá-los. Por exemplo, um deles pode decorar todas as fórmulas do livro didático de Física, mas não saber aplicá-las na resposta às questões dessa matéria. Portanto, vale ressaltar que é fundamental que o professor prepare simulados e séries de exercícios com questões de Vestibular e do Enem para testar o quanto os estudantes estão bem preparados. Tanto o aluno como o professor podem descobrir que muito foi estudado, mas relativamente pouco foi verdadeiramente compreendido. É importante que esse diagnóstico seja feito o quanto antes. Assim, será possível preparar o aluno adequadamente para as provas que deseja prestar.

6. O professor deve incentivar a classe a prestar atenção em sala de aula, a fazer anotações e a não hesitar em fazer perguntas em caso de dúvidas.

Muitos alunos não aproveitam bem o tempo em aula. Não prestam atenção ao professor ou mesmo que aparentem estar interessados no que ele está ensinando, estão sonhando acordados ou pensando em outros assuntos. Inegavelmente, é difícil manter a concentração por muito tempo, principalmente quando o assunto ensinado não é dos mais interessantes.

A melhor forma de o aluno se concentrar em aula é fazer anotações sobre o que o professor está ensinando e formular perguntas quando surge alguma dúvida. Fazer anotações em classe é extremamente benéfico por vários motivos. Em primeiro lugar, ajuda o aluno a se concentrar, pois se estiver ocupado anotando os principais assuntos ensinados, será mais difícil se desconcentrar. Em segundo lugar, representa uma forma muito eficaz de assimilar o material ensinado. Além disso, essas anotações, se bem feitas, podem ajudar o aluno a revisar a matéria antes da prova.

7. O professor deve alertar os alunos para que deixem de procrastinar.

A procrastinação, ou ‘deixar para depois’ é um problema para quase todos os alunos, principalmente quando não se interessam pela matéria. Em alguns casos, começam a estudar para uma prova na noite anterior a ela.
 
O hábito de procrastinar é muito prejudicial para estudantes, pois são pouquíssimos os que conseguem assimilar muito material em relativamente pouco tempo. Além disso, a maioria do conteúdo absorvido com muita rapidez é, em geral, esquecida com muita facilidade. Para assimilar conhecimentos, é necessário estudá-los com calma e revisá-los periodicamente.

O aluno que não procrastina terá tempo suficiente para se preparar para os exames que deseja prestar. Assim, poderá estudar com tranquilidade e terá o tempo necessário para assimilar até mesmo os assuntos mais complexos.
 
8. É recomendável que o professor incentive os alunos a adotar hábitos saudáveis, que auxiliam o estudo.

Não cabe ao professor fazer papel de pai ou mãe, mas ele pode incentivar os alunos a adotar certos hábitos saudáveis que os beneficiarão academicamente.

O estudante que não se alimenta direito ou dorme pouco — não porque tenha passado a noite estudando, mas sim navegando na Internet ou jogando no computador — terá dificuldades em assimilar o que é transmitido em aula. Para que o cérebro funcione bem, é necessário comer e dormir bem e praticar atividades esportivas.

Transmitir esses conceitos aos alunos constitui um esforço extracurricular, mas pode beneficiá-los muito academicamente.

Neste artigo, oferecemos oito dicas de como o professor de Ensino Médio pode ajudar os alunos a se preparar para provas como o Vestibular e o Enem. Evidentemente, cabe ao aluno estudar muito e fazer todo o necessário para ter êxito nesses exames. Contudo, é inegável que o professor exerce um papel fundamental. Professores dedicados e conscientes podem ajudar os alunos a ter êxito tanto no colégio como nas provas que podem determinar seu futuro acadêmico e profissional.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: carreira Enem Vestibular