Por que eu não trabalho com imbecis

Você já recusou um projeto, uma oferta de trabalho ou um cliente só porque não gostou dele?

iStock

Você já recusou um projeto, uma oferta de trabalho ou um cliente só porque não gostou dele? Se você nunca fez isso, você não é o único.

É preciso muita coragem para recusar dinheiro. Lembro-me de uma vez, em nossa empresa familiar, que meu pai se recusou a vender o negócio para uma comprador. Eu e a equipe não entendemos. Nós pensamos: "Eles querem pagar um bom dinheiro. Por que não aceitá-lo?"

"Porque eles são imbecis", disse meu pai.

Justo, pensei. A verdade é que era muito mais complicado do que isso. Meu pai já tinha trabalhado com essa empresa, no passado. E também conhecia outros que trabalhavam com eles. Aparentemente, eles eram um fornecedor que nunca estava satisfeito.

Você encontra esse tipo de cliente em qualquer indústria. Um dia desses, eu estava conversando com nosso contador sobre esse mesmo tipo de pessoa. Ele mencionou que recentemente tinha demitido um cliente porque ele era um imbecil. Ele também tinha uma reputação muito ruim por já ter sido cliente de inúmeros contadores no passado.

Então não é incomum que as pessoas recusem negócios, empregos ou dinheiro, apenas porque não querem trabalhar com a outra parte.

Mas, para ser honesto, eu levei anos para me acostumar com a ideia de que você pode demitir clientes, chefes, amigos ou qualquer um que é um

Não aceite grosserias

Meu objetivo é ser gentil, mas também ser firme. Eu nem sempre fui assim. No passado, eu era muito tolerante. Mas eu aprendi que você não tem que ser gentil com idiotas.

Recentemente, uma senhora tentou comprar um dos meus cursos on-line. Eu tenho centenas de cursos on-line para pessoas de todo o mundo, e levo isso muito a sério. Eu tomo conta de tudo com cuidado e só uso os melhores e mais seguros serviços para hospedar meus cursos.

O cartão de crédito dessa senhora foi recusado. Eu não sei por quê. Talvez ela tenha digitado uma informação errada, talvez tenha sido um erro da empresa que processa pagamentos com cartão de crédito. Não importa muito.

Estamos falando de tecnologia - às vezes ela falha. Nada é perfeito. E se algo não funcionar, as pessoas me enviam um e-mail, e eu sempre tento ajudá-las.

Mas não foi isso que aconteceu. Ela me enviou um e-mail não para pedir ajuda, mas para dizer que eu era uma fraude. Ela ficou desapontada comigo e me chamou de outras coisas também.

Como o cartão de crédito recusado era minha culpa? Eu uso um serviço prestado por outras empresas. Em vez de me enviar um e-mail e perguntar o que estava acontecendo e se eu poderia ajudá-la, ela entrou em modo de ataque total.

Eu respondi seu e-mail e disse que é rude acusar as pessoas como se fosse nada. Então eu a deletei da minha lista de e-mail porque eu não aceito comportamento grosseiro. E você também não deveria aceitar.

A regra de “nada de imbecis”

Anthony Bourdain recentemente mencionou sua regra de "nada de imbecis" em uma entrevista com GQ:

"É realmente um privilégio viver de acordo com a regra que chamo de "nada de imbecis". Eu não faço negócios com idiotas. Eu não me importo com o projeto ou com o dinheiro que estão me oferecendo. A vida é muito curta, qualidade de vida é importante. Tenho a sorte de colaborar com muitas pessoas que eu respeito e gosto, e eu gostaria de manter isso assim."

A regra de "nada de imbecis". Eu amei isso. Eu nunca tinha ouvido um termo para isso, então quando eu li a entrevista com Bourdain, que também acontece de ser um das minhas figuras televisivas favoritas, eu pensei que era uma grande frase.

Facilite sua vida e se livre de todos os idiotas. Como diz Bourdain, a vida é muito curta para lidar com pessoas que não te respeitam. Isso não te faz egoísta. Se outras pessoas decidem ser idiotas, isso é culpa delas.

Além disso, o mundo está cheio de pessoas maravilhosas. Não é muito melhor dizer adeus aos babacas e gastar seu tempo com pessoas melhores? Os idealistas provavelmente acreditam que podem mudar idiotas. Mas, novamente, a vida é muito curta para isso. E as pessoas não mudam a menos que queiram.

Se nós coletivamente disséssemos adeus a todos os imbecis, eu aposto que o mundo seria muito mais agradável. Talvez eles formassem uma colônia em Marte ou algum outro planeta que Elon Musk vai visitar com seus foguetes maneiros.

Obviamente, isso não vai acontecer. Mas pelo menos podemos nos livrar dos imbecis em nossas próprias vidas. Isso não é apenas possível, é obrigatório.

P.S.: António, um leitor do blog, me disse que há também um livro chamado The No Asshole Rule, de Robert Sutton. Já adicionei à minha lista de leitura.

Artigo publicado originalmente no blog do autor e cedido ao Administradores.com

 

 

Avalie este artigo:
(2)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração