Mais comentada

Otimismo protege o coração. Aprenda a ser otimista

Estudos indicam que pessoas otimistas têm menos riscos de ter problemas cardiovasculares. Neurocientistas explicam porque otimistas são mais saudáveis. Acredito que a inteligência ética desenvolvida permite que o indivíduo seja mais otimista. Três dicas para melhorar seu otimismo.

Estudos científicos recentes, da Universidade de Harvard, afirmam que as pessoas otimistas têm aproximadamente 50% menos risco de ter um problema cardiovascular comparado aos menos otimistas, segundo Boehm, um dos autores dos estudos. Esses estudos confirmam algumas pesquisas já realizadas anteriormente pelos especialistas da Psicologia Positiva.

Neurocientistas, que analisam o funcionamento do cérebro humano, acreditam que o otimismo pode contribuir para que os neurônios produzam mais os neurotransmissores do bem estar, da felicidade. Esses neurotransmissores estimulam o sistema imunológico, fortalecendo-o, protegendo todo organismo e, ainda, impedindo que outras doenças instaladas no corpo do indivíduo progridam.

O que predispõe os menos otimistas a riscos cardiovasculares, é que são mais propícios a produzirem neurotransmissores, como o cortisol, por exemplo, que é prejudicial ao sistema circulatório. Esse mesmo neurotransmissor é também responsável por enfraquecer o sistema de proteção do organismo, debilitando o indivíduo.

A Psicologia Positiva nos ensina como fortalecer nosso pensamento positivo e nos tornarmos mais otimistas. Especialistas afirmam que, ao final do dia, devemos listar as principais coisas boas, positivas que nos ocorreram durante o dia e sermos gratos por elas.

Ao fazer isso, sistematicamente, passamos a prestar atenção mais às coisas positivas, que às mazelas, que porventura, nos rodeiam.

Cada vez que deparamos com algo positivo, nosso sistema de recompensas é ativado em nosso cérebro, liberando os neurotransmissores do prazer, da felicidade, que protegem nosso organismo.

Acredito que quem tem o cérebro ético desperto, com a inteligência ética bem desenvolvida, isto é, quem vivencia um grande número de valores universais positivos é mais otimista.

Isto porque um determinado número de valores torna sua vida intra pessoal mais equilibrada, mais saudável, permitindo uma autoestima sempre em níveis mais elevados, favorecendo o otimismo; outro grupo de valores específico favorece uma vida interpessoal mais dinâmica, com um número maior de amigos, com mais facilidade de comunicação, fator que gera mais saúde, produtividade e otimismo.

Um número maior de valores vivenciados, também fortalece a vida profissional, propiciando conquistas de melhores resultados. Daí, sua vida mais saudável, mais felicidade, mais otimismo e poder para realizar sonhos ambiciosos.


Portanto, para se tornar mais otimista, siga essas três dicas: 1- Vivencie um número maior de valores universais positivos, como a gratidão, a resiliência, o perdão, a afetividade, a disciplina, a competência, dentre outros; 2 – liste diariamente, as coisas boas, positivas que aconteceram com você durante o dia se seja grato por elas; 3 – fuja das coisas negativas, das pessoas pessimistas e negativas.

 

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração