Mais comentada

Demanda elastica e inelastica e oferta e demanda

Definições e estudos e informações sobre economia nos temas oferta e demanda.


André Luiz,
OFERTA E DEMANDA

Mercado: local onde os compradores e vendedores se encontram para trocar mercadoris e serviços, possibilitando ganhos através da especialização e comercio.

TIPOS DE MERCADO

Mercado competitivo: há muitos compradores e vendedores e não é controlado por nenhum individuo individualmente.

Monopólio, é quando um vendedor que controla o preço de mercado.

Oligopólio, é quando há poucos vendedores onde não há concorrência agressiva.

DEMANDA

Quantidade demandada é a quantidade de produtos que compradores desejam e podem adquirir a diversos níveis de preço ( ótica dos consumidores );

Lei da Demanda: existe uma relação inversa negativa entre preço e quantidade demandada.

Determinantes da demanda: Preço de mercado; renda do individuo, preço de produtos similares; gosto; expectativa; número de consumidores.

Bens Substitutos: quando a queda de preço de um bem reduz a demanda por outro bem.

Bens Complementares: quando a queda de preço de um bem aumenta a demanda por outro bem.

CETERIS PARIBUS: significa que todas as outras coisas estando iguais, isto é, quando da analise a única coisa que estará se alterando será a variável que se estiver analisando.

Mudança na quantidade demandada: move-se sobre a curva da demanda quando há mudança de preço.

Mudança na demanda: a curva inteira se move para esquerda e para direita.

Preço: uma mudança na variável causa um movimento ao longo da curva da demanda.

Renda: uma mudança na variável causa um deslocamento da curva.

Preço de bem relacionado: uma mudança na variável causa um deslocamento da curva.

Gostos: uma mudança na variável causa um deslocamento da curva.

Expectativa: uma mudança na variável causa um deslocamento da curva.

Número de compradores: uma mudança na variável causa um deslocamento da curva.

OFERTA:

Oferta, é a quantidade de produtos que vendedores desejam e podem produzir para vender a diversos níveis de preço. ( ótica das firmas).

Lei da Oferta: é a quantidade de produtos que vendedores desejam e podem produzir para vender a diversos níveis de preço.

Determinantes da Oferta: preço de mercado, preço dos insumos, tecnologia, expectativa, número de produtores.

Esquema de Oferta: é uma tabela que mostra a relação entre o preço de um bem e a quantidade ofertada àquele preço. ( a oferta sempre começa a partir de um real ).

Mudança na quantidade ofertada: move-se sobre a curva da oferta quando há mudança de preço.

Mudança na Oferta: a curva inteira se move para a esquerda ou direita.

Quantidade ofertada e oferta:

Preço: uma mudança na variável causa um movimento ao longo da curva da oferta;

Preço dos insumos: uma mudança na variável causa um deslocamento da curva;

Tecnologia: uma mudança na variável causa um deslocamento da curva;

Expectativa: uma mudança na variável causa um deslocamento da curva;

Número de compradores: uma mudança na variável causa um deslocamento da curva.

EQUILIBRIO:

Preço de Equilibrio: preço onde as duas curvas se cruzam. A quantidade demandada e ofertadas são iguais.

Quantidade de equlibrio: quantidade determinada pela intersecção das curvas de oferta e demanda.

Chegando ao Equilibrio:

Excesso de Oferta: preço acima do equilíbrio, a quantidade ofertada é maior que a quantidade demandada. Vendedores terão que baixar o preço para aumentar as vendas, voltando ao equlibrio.

Excesso de Demanda: preço abaixo do equilibrio, a quantidade ofertada é menor que a quantidade demandada. Vendedores aumentarão os preços, voltando então ao equlibrio.

Fatores da Diminuição da Oferta: Número de produtores e ou vendedores; a tecnologia se deteriora, custos aumentam, impostos aumentam, subsídios diminuem, o preço de produtos alternativos aumentam, o preço de produtos complementares diminuem.

Fatores do Aumento da Oferta: número de produtores e ou vendedores aumentam, a tecnologia melhora, custos diminuem, impostos diminuem, subsídios aumentam, o preço de produtos alternativos diminuem, o preço de produtos complementares aumentam.

RESUMO:

De acordo com a lei da demanda, quando o preço de um produto sobe, a quantidade demandada cai.

Além de preço, renda, gostos, as expectativas e os preços de outros produtos ( substitutos ou complementares) podem também determinar a quantidade demandada de um produto.

A oferta e a demanda, juntas, determinam os preços dos bens e serviços de uma economia.

Em economia de mercado, os preços são os sinalizadores que guiam como os indivíduos e firmas devem alocar os recursos.

ELASTICIDADE E SUAS APLICAÇÕES:

Elasticidade é uma medida de como os compradores e vendedores reajem a uma mudança nos preços, e nos permite analisar a oferta e a demanda com muito mais precisão.

Elasticidade preço da demanda, mede o aumento ou diminuição em percentagem da quantidade demandada devido a uma mudança percentual nos preços, e o quanto a quantidade demandada por um bem muda devido a uma mudança no preço daquele bem.

Determinantes da necessidade preço da demanda: necessidade x luxo; disponibilidade de bens substitutos; definição do mercado; horizonte de tempo da analise.

A demanda tende a ser mais elástica quando: se o bem for de luxo, quanto maior o horizonte de tempo, maior a quantidade de bem substituto, quanto mais restrito for o mercado.

TIPOS DE ELASTICIDADE – DEMANDA:

Inelástica: a quantidade demandada não responde com muita intensidade a alterações nos preços EPd < 1;

Elástica: a quantidade demandada responde com muita intensidade a alterações nos preços EPd > 1;

Unitária: a quantidade demandada muda na mesma proporção que o preço se altera EPd = 1; EX: um aumento no preço de 22%, leva uma diminuição da quantidade demandada de 22%.

Perfeitamente Inelástica: a quantidade demandada não muda se houver uma alteração nos preços;

Perfeitamente Elástica: a quantidade demandada muda infinitamente com uma alteração nos preços;

Como a elasticidade preço da demanda mede o quanto a quantidade demandada muda em resposta a uma mudança nos preços, ela está intimamente ligada ao formato da curva da demanda.

ELASTICIDADE E RECEITA TOTAL

Receita total é a quantidade de dinheiro paga por compradores e recebidas por vendedores após a venda de um bem.

Com uma curva de demanda inelástica, um aumento nos preços leva a uma diminuição na quantidade demandada, em menor proporção que o aumento nos preços, assim a receita aumenta.

Com uma curva de demanda elástica, um aumento nos preços leva a uma diminuição na quantidade demandada, em maior proporção que o aumento nos preços, assim a receita total diminui.

ELASTICIDADE – RENDA DA DEMANDA

A elasticidade renda da demanda, mede o quanto a quantidade demandada de um bem muda com uma alteração na renda dos indivíduos, é o resultado da divisão entre a mudança percentual na quantidade sobre a mudança percentual na renda;

Tipos de Bens: Bens normais e Bens Inferiores;

Um aumento na renda dos indivíduos aumenta a quantidade demandada de bens normais, mas diminui a de bens inferiores;

Bens que consumidores consideram como necessários tendem a ter uma demanda inelástica, como por exemplo: comida, combustíveis, serviços de saúde, etc...

Bens que consumidores consideram como sendo de luxo ou superfulos, tendem a ter uma demanda elástica, como por exemplo: lanchas, casacos de pele, carros esportivos, etc...

ELASTICIDADE – PREÇO DA OFERTA

Elasticidade preço da oferta, mede o aumento ou diminuição em percentagem da quantidade ofertada devido a uma mudança percentual nos preços, mede o quanto a quantidade ofertada por um bem muda devido a uma mudança no preço daquele bem.

Determinantes da Elasticidade da Oferta:

Habilidade dos produtores de mudar a quantidade produzida de um determinado bem: livros, automóveis ou outros bens manufaturados possuem oferta elástica, já terrenos a beira da praia tem oferta inelástica;

Tempo, a oferta é mais elástica no longo prazo;

USO DA ELASTICIDADE: Examine se a oferta ou demanda irá se deslocar, determine a direção do deslocamento, use diagramas de oferta e demanda para observar como o equlibrio de mercado muda.

RESUMO:

A elasticidade preço da demanda mede o quanto a quantidade demandada muda devido a uma alteração nos preços. Se a curva de demanda é elástica, receita total cai quando o preço aumenta. Se a curva de demanda é inelástica, receita total aumenta quando o preço aumenta.

A elasticidade preço da oferta mede o quanto a quantidade ofertada muda devido a uma alteração nos preços. Na maioria dos mercados, a oferta é mais elástica no longo prazo do que no curto prazo.

Sobre elasticidade – preço da demanda:

Com uma curva de demanda elástica, um aumento nos preços leva a uma diminuição na quantidade demandada, em maior proporção que o aumento nos preços, desta forma a receita total diminui.

Com uma curva de demanda inelástica, um aumento nos preços leva a uma diminuição na quantidade demandada, em menor proporção que o aumento nos preços, desta forma a receita total aumenta.

Sobre elasticidade – preço cruzada da demanda:

A elasticidade cruzada da demanda entre os bens x e y é a variação percentual da quantidade procurada do bem x, resultante da variação percentual no preço do bem y COETERIS PARIBUS.

Mede a sensibilidade da demanda de certo bem, em relação a alteração do preço de um outro bem

Sobre elasticidade renda da demanda:

Quanto maior for a renda, maior tende a ser o consumo de um bem superior;

Pode indicar dois tipos de bens: normais e inferiores;

Mede o quanto a quantidade demandada de um bem muda com uma alteração na renda dos indivíduos;

Sobre a teoria da produção:

A lei dos rendimentos decrescentes descreve a taxa de mudanças na produção de uma firma quando se varia a quantidade de apenas um fator de produção.

Em relação ao modelo de oferta e demanda

A oferta e a demanda tendem a se equilibrar;

Um aumento na oferta tende a aumentar a demanda;

Um aumento na demanda tende aumentar a oferta;

Serve para mostrar como preço e quantidade ofertada e demandada, são determinados em mercados competitivos;

São determinantes da demanda

Preço, preço dos bens substitutos, preço dos bens complementares, tamanho da população e expectativas.

São determinantes da Oferta

Tecnologia, preços dos insumos, preço do bem ou serviço.

Em relação a elasticidade

Uma elasticidade preço cruzada da demanda maior que zero indica que os bens são substitutos.

Uma elasticidade preço cruzada da demanda menor que zero indica que os bens são complementares

Uma elasticidade renda da demanda maior que 1, indica que a mercadoria é um bem superior

Uma elasticidade renda da demanda maior que zero e menor que 1, indica que a mercadoria é um bem normal.

Em relação ao modelo de oferta e demanda

Um aumento na demanda tende a aumentar a oferta.

Preços altos estimulam a oferta

Excedente de oferta tende a baixar os preços

O equilíbrio se dá quando a quantidade demandada a um determinado preço é igual a quantidade ofertada.

Sobre a elasticidade preço da demanda

Quanto mais essencial for um bem, mais inelástica tende a ser a sua demanda.

Quanto maior o tempo em termo de horizonte de analise, mais elástica tende a ser a demanda;

Quanto maior o peso de um bem no orçamento, mais elástica tende a ser sua demanda;

A existência de um maior numero de concorrentes contribui para que a demanda seja mais elástica;

Em relação a curva da demanda

Mostra diferentes combinações entre demanda e preço;

Mostra que quanto maior for o preço, menor tende ser a demanda;

Quanto maior a renda, maior tende ser a demanda;

Quanto maior for o preço de um bem, menor tende a ser o consumo de um bem complementar;

Em relação a oferta

Mostra diferentes combinações entre preços e ofertas;

Mostra que quanto maior for o preço, maior tende ser a oferta;

Quanto maior a utilização de tecnologia, maior tende ser a oferta;

A oferta se comporta de maneira direta com o nível de preço;

Tipos de bens existentes nas seguintes situações

Elasticidade renda da demanda > 0 e menor ou igual a 1: Bens Normais;

Elasticidade renda da demanda < 0: Bens Inferiores;

Elasticidade renda da demanda > 1: Bens superiores;

Elasticidade preço cruzada da demanda < 0: Bens complementares;

Elasticidade preço cruzada da demanda > 0: Bens substitutos;

Elasticidade preço cruzada da demanda igual a 0: Bens independentes;

Tipos de Sistemas Economicos:

Capitalismo: sistema onde prevalece o livre mercado, empresas privadas e os preços determinados pela oferta e procura.

Socialismo: atividades planejadas pelo estado e predominância de empresas estatatis.

Comunismo: sistema voltado para o comum, só existe na teoria.

Avalie este artigo:
(1)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.