4 passos para começar um negócio hoje

Assim como dar palestras, escrever e tantas outras coisas no mundo, empreender é uma reação. Entenda por quê

iStock

Acho que a questão a seguir deve ser uma das perguntas que mais recebo – “Bru, eu amo empreender, e queria começar um negócio hoje. O que você faria se fosse eu?”. Normalmente, nesses casos, explico diversos passos para se conseguir ter uma boa ideia. Tenho até tem um e-book sobre isso, mas resolvi pensar mais praticamente ainda na questão e fazer um artigo rápido e simples.

Em primeiro lugar, é péssimo você começar um negócio simplesmente porque quer começar um negócio. Assim como dar palestras, escrever e tantas outras coisas no mundo, empreender é uma reação...

Reação?

Exatamente, você percebe um problema e começa a querer entendê-lo mais, ver o que existe, o que já foi testado e começa naturalmente a ter alguns insights... Porém, para te ajudar, o que eu faria?

Ache um problema significativo

As pessoas te pagam para resolver problemas, essa é a real. Então, comece por achar algo que realmente incomoda as pessoas, o maior número de gente possível. Mas não cometa o gritante erro da maioria de apenas pensar no problema e pronto. Você precisa ir atrás, conferir se ele existe mesmo ou não, se afeta tanto ou não. É fundamental ir até onde isso acontece e investigar.

Combine com o seu talento

Eu sou um dos grandes defensores de fazer o que se ama, mas nem sempre o que se ama vira um grande negócio. Às vezes um hobby é apenas um hobby, e transformá-lo em um negócio pode fazê-lo virar um negócio ruim e ainda você pode perder uma atividade prazerosa. É legal perceber no que você é bom e no que as pessoas te pedem ajuda, para você poder combinar com esse problema.

Ah, mas eu não consigo...

Olha, sempre tem um jeito de combinar e se parece difícil, possivelmente será ainda mais inovador quando você descobrir algo.

Pesquise e seja diferente

Esta é a era da inovação. Para você competir por qualidade, velocidade e outras coisas, precisaria de grandes recursos, o que imagino não ser o caso no momento. A melhor coisa é ver se essa sua combinação já existe, para depois transformar a sua proposta em algo único.

Você pode ter que quebrar mais a cabeça agora, mas com certeza vai ser muito útil depois.

Faça um teste rápido com o mínimo de tecnologia

Apesar de a maioria das pessoas querer usar a internet e criar logos, sites e aplicativos, eu diria para você criar um teste rápido que use o mínimo possível de tecnologia, para que você descubra rápido se esse seu talento aplicado ao problema vai realmente ajudar as pessoas. Não se preocupe em construir algo fabuloso, se preocupe em desvendar se essa sua combinação faz sentido, se as pessoas achariam interessante, pagariam e se realmente resolveria seus problemas.

Você não tem noção de quantas startups maneiras eu conheço que começaram com os testes mais simples e banais possíveis.

Apenas usando essas 4 dicas, você consegue dar um ótimo primeiro passo para iniciar um negócio e ter mais chances do que a maioria, que normalmente começa de qualquer jeito e sem o mínimo de estrutura. Aqui a ideia é pelo menos orientar esses primeiros pensamentos e descobertas para ingressar no mundo do empreendedorismo.

Avalie este artigo:
(6)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração