5 dicas para novos empreendedores

Empreender tem que ser uma aventura calculada ( literalmente ).

As dificuldades que assolam o nosso país a algum tempo vem criando uma onda massiva de pessoas se aventurando no empreendedorismo, muitas vezes sem saber que essa aventura é árdua e cheias de desafios que podem custar bem caro.

O empreendedorismo de necessidade é algo a se olhar com bastante cautela, criar um negócio pensando somente no lucro que ele pode te dar, parece ser algo óbvio, mas um novo negócio envolve muito mais que isso.

A maioria dos micro e pequenos negócios no Brasil não passam do seu primeiro ano de vida, os motivos são vários, desde de empreendedores afoitos e sem preparo até uma simples falta de planejamento.

Ferramentas simples como um Canvas ou uma análise SWOT, podem fazer grande diferença nessa jornada.

Não importa se você vai vender brigadeiros gourmet no instagram ou abrir uma franquia renomada, fazer o planejamento é sempre fundamental, não precisa ser um plano de negócios composto e rebuscado, que muitas vezes não condiz com a realidade e constante mudança do mercado. Tentar ser o mais lean possível, é uma vantagem.

5 dicas que podem ser bem úteis, independente do seu modelo de negócio:

1. Comece seu negócio em um ramo que você já conhece.
Aproveitar habilidades já adquiridas no mercado ou com experiências anteriores,
vai te poupar tempo e investimento, você já conhece o caminho das pedras.

2. Foca no Nicho.
Esse ponto é muito importante, pois existem mercados e nichos, por exemplo: comida.
Comida é o mercado, mas temos os nichos, comida saudável, food truck, gourmet food etc.

3. Faça um MVP
O mvp ( produto mínimo viável ) é muito importante para saber se seu produto vai ser bem aceito, se realmente existe demanda para o seu produto ou serviço, exemplo: se você quer abrir uma clínica de estética, tenta vender esse serviços antes, para amigos, familiares, assim você entende melhor seu produto/serviço e consequentemente seu público.

4. HomeOffice
Se a grana tá curta e não tem como abrir uma loja, escritório ou qualquer coisa desse tipo, porque não começar em casa? Com um computador, internet e muita criatividade você vai ter bons resultados. 

5. Faça a primeira venda.
Antes de abrir CNPJ, conta em banco e gastar com estrutura, faça a primeira venda.
Em menos escala e analisando cada fase da venda, você vai economizar dinheiro e possíveis frustrações.

Independente do cenário econômico do país não podemos baixar a guarda e simplesmente culpar o governo, o país, o vizinho, o papagaio...

Se você quer realmente ser um empreendedor, as primeiras coisas que você tem que aprender é a ser resiliente, curioso, criativo e focado. Não tem nada nem ninguém que possa parar um verdadeiro empreendedor a não ser ele mesmo.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: administração dicas empreendedorismo negocios

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração