Como identificar uma oportunidade de negócio

Todo empreendedor deve saber que uma boa ideia é uma condição necessária, mas não suficiente, para se lançar à criação de um novo empreendimento. Este artigo tem por objetivo evidenciar como as importantes mudanças econômicas, sociais e políticas que vêm ocorrendo no cenário mundial desencadeiam tendências que geram oportunidades de negócio. Este artigo tem por objetivo evidenciar como as importantes mudanças econômicas, sociais e políticas que vêm ocorrendo no cenário mundial desencadeiam tendências que geram oportunidades de negócio.

Esse realmente é um bom negócio? O primeiro passo sobre o qual você precisa ter certeza é quanto à oportunidade de negócio que identificou. Diferente do que muita gente pensa, uma ideia não significa uma oportunidade de negócio.
Empreendedores sem sucesso confundem ideia com oportunidade. A ideia causa fascínio. O apego à ideia por razões psicológicas pode impedir que ela sofra um processo de validação não sendo avaliado de maneira sucinta e correta, fazendo com que se torne um caso de insucesso. Você deve aprender a ver sua ideia com distanciamento emocional, de modo a fazer uma análise detalhada dela, onde o Plano de Negócios é o melhor caminho.
Uma ideia somente se transforma em oportunidade quando seu propósito vai ao encontro de uma necessidade de mercado, ou seja, quando existem potenciais clientes. Está diretamente ligada a um produto ou serviço que agrega valor ao seu consumidor final, seja através da inovação ou da diferenciação. Tem que ter algo novo que atenda às necessidades de uma demanda dos clientes, representando um nicho de mercado. Tem que ser atrativa e ter potencial para gerar lucros. Se for comprovada a possibilidade de vender e lucrar, então você encontrou uma oportunidade de negócio. O empreendedor tem que ter a sensibilidade e a capacidade de perceber e agarrar as oportunidades, elas em geral:Surgem dos desejos ou necessidades insatisfeitos;

  • Aperfeiçoamento do negócio;
  • Estão em qualquer lugar;
  • Exigem grandes esforços;
  • São atraentes, duráveis, têm hora certa, estão vinculadas a um produto ou serviço que agrega valor para seu consumidor;
  • Caos do mercado;
  • Mudança na economia;
  • Novos hábitos e costumes;
  • Exploração de Hobbies;
  • Alianças estratégicas;
  • Observação de Tendência.

Uma oportunidade também tem seu tempo, isto é, seu momento certo. Por exemplo, um produto que num primeiro momento revela o aproveitamento de uma grande oportunidade, um ano depois pode estar ultrapassado e não ser mais lembrado pelos consumidores. Se a empresa que o comercializa não estiver preparada a melhorar ou se adaptar às mudanças que o mercado exige, poderá então desaparecer. Também não podemos esquecer da sazonalidade, que consiste no aumento ou redução significativos da demanda de certos produtos em determinada época do ano. Os negócios com maior sazonalidade oferecem riscos que obrigam os empreendedores a manobras custosas como manter estoques elevados. Quando em alto grau, é considerado fator negativo na avaliação dos pequenos negócios. Portanto, uma oportunidade de negócio deve ser:

  • Atrativa;
  • Durável;
  • Agregar valor ao usuário final.

Atrativa, para ser motivadora; durável, para ser prolongada em uma outra conjuntura. O ambiente econômico é importante para a avaliação da oportunidade de negócio. Alguns produtos são mais afetados que outros em uma conjuntura de estagnação na economia. Políticas cambiais podem aumentar ou reduzir a atratividade da oportunidade que você planejou. E, finalmente, a proposta de valor a ela associada deve ser diferenciada das existentes. Você como empreendedor precisa ter a habilidade de gerar vantagens competitivas continuamente sobre seus produtos e serviços. Por isso, a escolha do que fazer também precisa levar em conta o que ela poderá fazer melhor do que qualquer outra empresa.

Uma empresa somente poderá permanecer no mercado se ela está aproveitando as oportunidades que se apresentam. Você tem que estar sempre atento ao que está acontecendo ao redor do seu negócio. Na prática, esta postura significa participar de atividades como feiras, exposições e eventos relacionados ao setor de negócios no qual a empresa atua, ler revistas do segmento, participar de associações, conversar com concorrentes, clientes, empregados, fornecedores e estabelecer parcerias. Deve estar sempre antenado às tendências de mercado, situações econômicas, políticas, sociais, entre outras. Percorrendo esse caminho, você adquirirá conhecimentos para perceber novas necessidades do mercado.

REGINALDO ANDRÉ
Especialista em Carreira Empreenddora
www.empreendercursos.com.br

 

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: empreendedorismo negocios oportunidade

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração