Logan: o anti-líder na liderança

Quando um anti-líder tem que liderar, há algumas coisas que você não deve esperar dele

Reprodução

Rebelde. Avesso ao trabalho em grupo. O típico lobo solitário - literalmente. O personagem Wolverine tem como uma de suas principais marcas a negação à coletividade. Nunca foi dado a obedecer ordens. Antissocial por natureza. É verdade que nas histórias dos X-Men uma hora ele precisa se juntar aos semelhantes. E sua aversão ao contato humano nunca foi uma barreira forte o suficiente para impedi-lo de exercer seu bom mocismo enrustido. Mas assumir a liderança já é pedir demais.

Acontece que, em Logan, não lhe restaram escolhas. Todos aqueles que chegaram próximo do que se pode chamar de "amigos" morreram. Sobraram ele, o velho Xavier e um arrependido Caliban, o mutante mercenário que usava seus poderes para entregar seus pares, por dinheiro. Esse último não pode sair ao sol. Xavier, com 90 anos e a saúde muito abalada, tornou-se mais um risco do que uma solução para os problemas. Restou ao Wolverine comandar.

Quando um anti-líder tem que liderar, há algumas coisas que você não deve esperar:

  • Que ele seja politicamente correto;
  • Que ele seja democrático;
  • Que ele tenha orgulho da liderança;
  • Que ele se preocupe com um legado;
  • Que ele trabalhe para fazer um sucessor

No caso de Logan, só existe uma coisa de que você deve ter certeza: ele fará o que for preciso fazer, por mais que relute. Afinal, estamos diante de um herói, mesmo que ele não aceite o título.

Logan nos faz pensar na importância de três fatores: o compromisso, o propósito e o valor.

Nesse último filme, Wolverine tenta a todo custo não assumir as responsabilidades que pesam cada vez mais em suas costas. Mas quando percebe que recebeu um fardo que não pode rejeitar, toma a decisão de "acabar logo com isso". E o faz com compromisso, em busca de um propósito, movido pelos seus mais legítimos valores.

Logan é um filme que vale assistir. É um drama belíssimo, sem deixar de ser um longa de herói clássico. E deixa lições valiosas para qualquer um.

O filme está em cartaz em todos os cinemas e nesse box amarelo aqui na página você pode reservar seus ingressos para qualquer unidade da Cinépolis no Brasil.

Boa sessão!

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração