A Estratégia Bourne - Timing

Décimo sexto artigo da série "A Estratégia Bourne"

 

Siga-me: @romerocleber

 

É muito comum, no mundo empresarial, ouvirmos a expressão "não podemos perder o timing". Mas, o que seria timing? E qual a sua relação com os filmes da trilogia Bourne?

 

De acordo com o dicionário online SENSAGENT (http://dicionario.sensagent.com/timing/pt-pt/), timing significa "cálculo do momento oportuno". Numa tradução livre, o termo timing pode ser entendido como a sensibilidade para o momento oportuno de se realizar uma ação ou tarefa. Nesse aspecto, o conhecimento tácito de um profissional – bem como o histórico de experiências similares do passado – pode ajudá-lo a desenvolver esta habilidade.

 

Na prática, aproveitar o timing significa atuar no momento certo, nem antes nem depois. É indiscutível que o sucesso de qualquer ação não depende apenas de sua eficiência / eficácia, ou ainda da destreza da equipe que a realiza. Depende também do fator tempo. Este último item é uma variável determinante para que um processo tenha o efeito desejado. E ter a percepção do timing significa ter controle e perspicácia sobre o momento mais propício para colocar em prática a ação planejada.


 

Leia mais no livro "A Estratégia Bourne" (Ed. PoD, 2011) 


Siga-me: @romerocleber

 

* Não deixe de ler os outros artigos da série "A Estratégia Bourne"

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração