Mais comentada

A importância da psicologia organizacional.

As organizações como um todo buscam um estado de equilíbrio interno para enfrentar os desafios do ambiente externo. A psicologia organizacional cada vez mais cumpre um papel importante e decisivo na formação de pessoas e de um ambiente organizacional favorável para lidar com a adversidade.

Adriano Rissi,

Contribuições da Psicologia Organizacional

 

Entre as contribuições da psicologia organizacional vale ressaltar sua importância para o entendimento do comportamento das pessoas no ambiente de trabalho.

 

A psicologia industrial teve como um dos precursores Hugo Mustenberg, autor do livro "Psychology of industrial efficiency" despertando a importância dos testes vocacionais, posteriormente outros como Mary Parket Follet pioneira nos estudos das relações humanas com ênfase na gestão do conflito, Chester Irvirng Barnard autor da teoria da cooperação, Elton Mayo com a experiência de Hawthorne que destaca a influência das relações humanas no desempenho do trabalho, Freud com a teoria da personalidade, John Watson com a teoria do comportamentalismo, Festinger com a teoria da dissonância cognitiva, Maslow com a teoria das nescesidades humanas, Frederick Herzberg com o estudo dos fatores motivadores e fatores higiênicos, Douglas Mc Gregor com a teoria X e Y e Renis Likert com a tipologia dos sistemas administrativos. Seguindo este liame de idéias e outras contribuições valiosas a psicologia organizacional aborda um leque de questões fundamentais como: o estudo do comportamento individual e coletivo, os tipos psicológicos (Carl Gustav Jung), o desenvolvimento da personalidade, a formação de liderança, e as aptidões e habilidades humanas. Com isso oferece suporte às decisões especialmente as relacionadas aos processos de gestão de pessoas.


Aplicação da psicologia organizacional

 

De um modo geral as pessoas têm emoções, ideais, valores éticos e morais que podem influenciar o ambiente de trabalho. Aplicar os conhecimentos da psicologia organizacional é vital para desenvolvimento das pessoas e conseqüentemente da organização.

 

O escopo da psicologia organizacional não se limita apenas ao recrutamento e a seleção de pessoal se estende também à aplicação de testes, acompanhamento de pessoal, treinamento, análise de função, cargo, avaliação de desempenho, assessoria, aconselhamento psicológico, orientação, treinamento e diagnóstico organizacional com vistas ao bem estar de cada indivíduo e ao desempenho superior da organização.

 

A psicologia organizacional apóia com técnicas e conceitos o processo de formação de um comportamento necessário para a criação de um ambiente e clima organizacional equilibrado, favorável e estável para enfrentar os desafios do ambiente externo.

Avalie este artigo:
(1)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: Clima Organizacional Cultura Organizacional Gestão de Pessoas. Psicologia organizacional