Mais comentada

Os seis princípios para negócios e ideias serem compartilhados como virais

Fazer um viral na internet não tem fórmula? Então, leia esses princípios e surpreenda-se!

Não ache que uma ideia viral precisa estar obrigatoriamente em um vídeo “maluco” no youtube ou surgir através de um método misterioso de marketing para dar certo. Há muito mais do que o simples fator inusitado ou de um elaborado investimento para que boas ideias sobrevivam ou acabem no esquecimento.

Os renomados educadores e pesquisadores norte-americanos Chip e Dan Heath analisaram no livro Ideias que colam centenas desses insights que funcionam muito bem e perceberam a existência de seis princípios existentes neles: simplicidade, surpresa, concretude, credibilidade, sentimentos e relatos. “Esses pontos em comum, se forem seguidos, aumentam as chances de bons resultados. Isso, inclusive, pode te levar a repensar a forma como funcionam determinados negócios”, relatam no livro.

SIMPLICIDADE 
Você já se perguntou por que "Ai se eu te pego" e Macarena (na década de 1990) fizeram tanto sucesso? Se você pensou na “simplicidade”, acertou! Com versos fáceis de decorar e uma coreografia bem simples, as duas músicas explodiram mundo a fora. A verdade é que transmitir a mensagem através de uma ideia compacta pode ser extremamente eficiente. Os slogans das empresas buscam esse princípio, criando frases simples, mas que chamem a atenção de seu consumidor.

SURPRESA
As boas ideias são surpreendentes, inesperadas e imprevisíveis. E pensando assim muitas empresas conseguem atrair os olhos de seus consumidores. Um exemplo aconteceu em um shopping da Bélgica, numa estratégia de marketing de guerrilha da Alfa Romeo. A montadora queria destacar ao seu público a redução do preço do modelo Mito e encontrou uma forma bem chamativa.

CONCRETUDE 
Quanto mais concretas forem as ideias em termos de percepções sensoriais e imagens reais, maiores são as chances de funcionarem. Foi assim que a Center for Sience in the Public Interest, instituto em pesquisa sobre nutrição, conseguiu difundir o uso nocivo do óleo de coco nas pipocas dos cinemas. Ao invés de indicar que o saco de pipoca médio feito nesse óleo continha 37g de gordura saturada, o instituto comparou esse valor: o pacote contém mais gordura do que bacon com ovos, um sanduíche Big Mac com fritas e um bife com acompanhamentos, todos juntos.


CREDIBILIDADE
A credibilidade é um dos princípios que potencializam as chances de sucesso de uma ideia. Aquelas que contam com suas próprias credenciais, sejam elas com ajuda de estatísticas, pesquisas, autoridades no assunto e até antiautoridades, têm mais chance de vingar. E quando falamos do mundo web, os responsáveis pela credibilidade e “moderadores” para as ideias ganharem força são os próprios internautas.

SENTIMENTOS 
Para muitas ideias colarem, as pessoas precisam se importar com elas. O desafio é descobrir a emoção certa a ser associada. Isso fica evidente no estudo realizado por pesquisadores da Carbegie Mellon University sobre doação. Concluiu-se que há mais doações a uma pessoa em particular em vez de entidades beneficentes. De acordo com a pesquisa, o valor de um indivíduo é maior do que o de várias pessoas, posição confirmada na frase de Madre Teresa de Calcutá: “se eu olhar para as massas, nunca entrarei em ação. Mas se eu olhar para cada pessoa, entrarei em ação”. 

RELATOS 
Contar histórias ajuda a inspirar pessoas e a disseminar ideias. Foi assim que a campanha da Subway sobre os sanduiches com menos de 6g de gordura alcançou sucesso. Eles utilizaram a saga de Jared Fogle, universitário de Indianópolis com 192 quilos, que perdeu quase 100 quilos só comendo os novos sanduiches. Naquela época, as vendas da Subway aumentaram cerca de 18% em dois anos, mais que o dobro da média do setor.

VÍDEO
Esse material foi divulgado na revista Administradores e, na época, fizemos um vídeo para deixar mais claro como funciona esses princípios. Assista abaixo: 

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração