Os Sete papéis do líder para Atingir os Resultados

O princípio para o alcance dos objetivos estabelecidos pela organização inicia-se na elaboração de excelentes estratégias impulsionando as empresas a permanecerem perpétuas e competitivas dentro de cenários desafiadores que o mercado oferece. O fator decisivo entre a estratégia definida e o atingimento dos resultados esperados está principalmente na execução das ações planejadas, ou seja, tirar do papel e colocar em prática a planejamento.

Executar é o processo mais difícil, principalmente pelo fato de depender do consentimento e engajamento das pessoas em todos os níveis organizacionais. No entanto, é na execução da estratégia que a liderança da organização encontrará sua tarefa mais dura. É necessário que a liderança patrocine, comunique, engaje e acompanhe a estratégia, por outro lado deve-se ter uma equipe comprometida e alinhada as prioridades da estratégia para que a implementação não falhe.

Por mais habilidoso e capaz que o líder seja, ele deve compreender que a execução da estratégia não é um exercício de uma pessoa só. Peter Drucker afirmou, de forma clara, que o papel da liderança é fazer as coisas certas para a conquista dos resultados esperados. No livro “Execução – A Disciplina Para Atingir Resultados”, escrito por Larry Bossidy e Ram Charan eles interpretam as estratégias como ações efetivas, acompanhadas pelo líder, que deve trabalhar através do reconhecimento e recompensa para aqueles que geram bons resultados e tomar ações corretivas aos que não apresentam bons desempenhos.

Para uma cultura de execução eficaz, é necessário que a liderança apresente um conjunto de atitudes, conhecimentos e habilidades que lhes proporcionem o alcance dos objetivos, dentro dessa vertente Larry Bossidy e Ram Charam enfatizam os sete comportamentos essenciais do líder:

  1. Conheça seu pessoal e sua empresa: estar próximo de sua equipe, identificando o que realmente acontece na operação, conhecendo os processos e percebendo o grau de aderência das pessoas aos valores da organização é um fator chave para alcançar o máximo de engajamento da equipe. “Sair do camarote e ir para pista” mostra humildade, comprometimento e sentimento de união dentro da área;
  2. Insista no realismo: a grande dificuldade das pessoas é entender o real cenário em que a empresa estar, o papel do líder é apresentar de forma clara através de reuniões com a equipe qual o momento em que a empresa vive mostrando no que a empresa vem sendo forte e também assumir em quais áreas estão os pontos de melhoria. Após o entendimento da equipe do momento em que a empresa vive, as pessoas são motivadas ao nível máximo de produtividade para a superação dos obstáculos enfrentados;
  3. Estabeleça metas e prioridades claras: Augusto Cury disse que “Sem sonhos, a vida não tem brilho. Sem metas, os sonhos não têm alicerces. Sem prioridades, os sonhos não se tornam realidade”. Os objetivos estratégicos das organizações devem ser vivenciados pela equipe através de metas, que serão os pontos de checagem para compreender se o objetivo será alcançado ou não. Para isso, as prioridades devem transparentes para que a direção a ser seguida pela equipe possua o caminho mais otimizado;
  4. Conclua o que foi planejado: a capacidade de concluir o que foi planejado dentro do prazo estabelecido é um fator crucial para a liderança ter credibilidade e força dentro da organização. Os líderes que costumam furar prazo e apresentar atividades incompletas demonstram atitudes de falta de organização, falta de foco e falta de conhecimento de sua capacidade de execução. Para o líder exercer esse papel fundamental é preciso adotar algumas posturas com analisar previamente a demanda que está sendo solicitado, assim como gerenciar próximo a equipe as etapas das atividades que estão em andamento para a compreensão de maneira geral de qualquer desvio entre o realizado e o planejado;
  5. Recompense quem faz: na cultura de execução adota-se o sistema de meritocracia, onde a recompensa é baseada no mérito pessoal, segundo o qual premiar quem não merece desmerece quem tem mérito;
  6. Amplie as habilidades através da orientação: o líder deve conduzir sua equipe a excelência observando os acertos e as falhas, assim como realizar feedbacks que contribuam para à conscientização da equipe para a realidade dos pontos de melhorias e traçar os planos de desenvolvimentos individuais para ampliação dos resultados por parte da equipe;
  7. Conheça a si próprio: a liderança deve possui um autoconhecimento que enxergue de maneira assertiva os seus pontos fortes e suas limitações, sendo firme nas tomadas de decisões demonstrando firmeza emocional que é constituída pela autenticidade, autocontrole, humildade e consciência de si próprio.
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)