Mais comentada

Black Friday: comércio não pode perder oportunidades

Com datas comemorativas e especiais, o comércio precisa estar com TI em dia para não perder as vendas

Juarez Araujo , Administradores.com,
iStock

Durante as grandes promoções, como a semana da Black Friday (24 de novembro), ou nas datas comemorativas como o Natal, não é apenas o consumidor que precisar estar atento. O varejo e o comércio de forma geral sentem na pele, nesta época do ano, as faltas de recursos em TI que geralmente eles não buscaram investir durante o ano inteiro. Muitos empresários, lojistas ou administradores, acabam perdendo clientes e consequentemente, lucro, com o abandono da compra no carrinho do e-commerce.

Os problemas encontrados pelo consumidor são variados: lentidão ao carregar ou navegar pelo site da loja; queda do sistema ou da conexão com o site durante a navegação, pesquisa ou finalização da compra, forçando o usuário a reiniciar todo o processo; devido ao excesso de usuários podem surgir inconsistências na finalização da compra. Como exemplo: quando iniciou a compra o produto estava em estoque, a lentidão do sistema é tamanha que ao finalizar a compra o produto não está mais disponível para compra; site fora do ar, entre outros.

Por isso é essencial manter uma equipe sempre atenta monitorando o site contra invasões e alta carga. Mesmo com todo um planejamento antecipado para grandes liquidações ou maior volume de compra no fim do ano, não existe forma de prever todos os tipos de incidentes que podem ocorrer, assim, a empresa deve estar a postos com toda a equipe de tecnologia de plantão monitorando o ambiente, com foco em analisar, diagnosticar e resolver da forma mais eficiente e rápida cada situação.

Provavelmente o comerciante já sabe aonde foram os seus maiores problemas nestas datas com relação ao ano anterior. Por isso vale o aprendizado. Realizar um planejamento com base no conhecimento adquirido em datas de grande consumo dos anos anteriores e realizar testes de estresse dos ambientes, acompanhado de um diagnóstico minucioso e um redimensionamento de toda a infra de hardware e software utilizados para dirimir os riscos de problemas novamente.

Feito isto, ao apresentar um site com um ótimo design, limpo, com informações precisas e processos simples, que aceleram a pesquisa e a compra, e claro, tendo um site absolutamente seguro para a navegação dos clientes, livre de vírus e muito bem monitorado contra ataques e alta carga, é uma satisfação crescente no ambiente trabalhado e também para o consumidor, que finaliza a compra em segurança e satisfeito.

É importante que os problemas de banco de dados e infraestrutura não influenciem na hora da compra, já que é nestes softwares onde são armazenadas todas as informações sobre os produtos, que vão desde o estoque, a foto, detalhes técnicos e condições da compra e pagamento. Os problemas de infraestrutura podem influenciar à medida em que não foram feitas as devidas verificações, monitoramento e análises de vulnerabilidade antes de períodos de grande consumo como grandes liquidações ou compras de fim de ano.

Juarez Araujo — Diretor comercial da DBACorp.




Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração